Bis de Rafa em Alvalade coloca Benfica a sete pontos do FC Porto

Rafa entrou na segunda parte para assinar um bis em Alvalade. O internacional português marcou aos 80 minutos e nos descontos. Veja os golos do dérbi.

O Benfica foi a Alvalade vencer o Sporting e tem agora 7 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o FC Porto. Rafa Silva assinou os dois golos aos 80 minutos e nos descontos. O encontro ficou marcado pela interrupção durante vários minutos, no início da segunda parte. Os adeptos leoninos arremessaram várias tochas para o relvado e incendiaram cadeiras.

Numa noite fria em Lisboa, milhares de adeptos encheram as bancadas do Estádio de Alvalade, para um jogo que apaixona: um Sporting-Benfica, na última jornada da primeira volta do campeonato. E na tabela classificativa, os encarnados lideram com uma vantagem confortável. O Sporting, em recuperação, procurava não se atrasar em relação aos rivais.

Sob liderança de Bruno Fernandes, a equipa de Jorge Silas entrou em campo com duas alterações forçadas: o técnico escolheu Rafael Camacho para o lugar do lesionado Vietto e ILori para a vaga deixada por Coates, que cumpria um jogo de castigo. Do lado dos campeões nacionais, Taarabt começou o encontro no banco e, para o meio-campo, Bruno Lage manteve a confiança no reforço de inverno, o alemão Julian Weigl.

O encontro começou num ambiente frenético, quer nas bancadas, quer no relvado. Os dois primeiros lances de perigo pertenceram ao Benfica, com Vinícius a ganhar a linha e a cruzar. Cervi, na cara de Maximiano, permitiu a defesa do jovem guardião leonino. Logo a seguir, perda de bola da defensiva do Sporting, Vinícius ganhou espaço e tentou o remate, que foi para a bancada.

O Sporting tentou responder, mas o Benfica exercia uma forte pressão à defesa leonina. Numa nova oportunidade, Pizzi trocou as voltas e a bola só parou nas mãos de Maximiano. O jogo estava com um ritmo muito elevado, e numa transição muito rápido, Rafael Camacho ganhou a posição a Ferro e rematou ao poste.

O Benfica não baixou os braços e estava à procura do primeiro golo do jogo. Era a equipa mais perigosa em campo. Na sequência de um canto, Pizzi levantou a bola e Gabriel cabeceou de cima para baixo - valeu a atenção de Maximiano que evitou o primeiro tento da equipa encarnada.

O Sporting conseguiu soltar-se da pressão e foi à área do Benfica ameaçar as redes encarnadas. Bolasie ganhou a linhas e cruzou para a cabeça de Rafael Camacho. O jogador formado em Alcochete e em Liverpool viu Vlachodimos negar-lhe o golo, com uma enorme defesa.

Aos 32 minutos, Bruno Fernandes cruzou e a bola entrou na baliza das águias, mas o lance foi anulado por fora de jogo de Luiz Phellype. Antes do intervalo, o Benfica conquistou um livre, mas não houve perigo para a baliza dos leões.

Nos descontos, Ristovski foi carregado em falta, junto à área do Benfica, por Grimaldo. Acuña tentou o rematou direto, mas a bola foi cortada pela defensiva encarnada. Foi o último lance da primeira parte.

A segunda parte começou com um episódio, que muita tinta fará correr durante os próximos dias. As claques do Sporting, em rota de colisão com a atual direção do clube, arremessaram dezenas de tochas para o relvado, o que obrigou o árbitro Hugo Miguel a interromper o encontro durante mais de 5 minutos.

Depois da interrupção forçada do encontro, o jogo retomou o ritmo que teve na primeira parte. Ataques de lado a lado, mas foi o Sporting que afiou as garras. Doumbia ganhou espaço em zona frontal e atirou para uma nova defesa apertada de Vlachodimos. O ataque do leão prosseguiu, com Rafael Camacho em clarividência. O estreante em dérbis conseguiu criar muitas dificuldades à defesa das águias.

Nos últimos 15 minutos de jogo, o Sporting baixou o ritmo e Bruno Lage lançou Rafa na partida. E o internacional português, que esteve lesionado vários meses, foi preponderante. Depois de uma jogada na raça de Vinícius, Rafa Silva surgiu na pequena área e rematou para o fundo da baliza de Maximiano, inaugurando o marcador em Alvalade. O lance foi validado pelo VAR.

Depois do golo, o Sporting já não teve armas para ir à procura do empate e desorganizou-se. O Benfica aproveitou os erros defensivos e Rafa, já nos descontos, bisou na partida, selando a vitória encarnada no dérbi.

O encontro terminou após este golo e, com este resultado, o Benfica alcança os 48 pontos na tabela classificativa, mais sete que o FC Porto, que perdeu esta sexta-feira com o Sporting de Braga em Alvalade.

Onze Sporting: Maximiano; Ristovski, Ilori, Mathieu, Acuña; Doumbia, Wendel, Bruno Fernandes, Bolasie, Rafael Camacho; Luiz Phellype.

Onze Benfica: Vlachodimos; André Almeida, Rúben Dias, Ferro, Grimaldo; Weigl, Gabriel, Cervi, Pizzi, Chiquinho e Vinícius.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de