"É um feito histórico." Pela primeira vez, o Corvo vai estar representado nos nacionais de futsal

Com a ilha toda vacinada contra a Covid-19 e sem casos positivos há meses, a festa foi à moda antiga.

Pela primeira vez, a ilha do Corvo nos Açores vai estar representada nos nacionais de futsal. O Clube Desportivo Escolar do Corvo venceu, este domingo à noite, o Grupo Desportivo da Piedade, da ilha do Pico, por duas bolas a zero, e entrou para o campeonato de terceira divisão nacional na Série Açores.

O presidente da Câmara Municipal, José Manuel Silva, garante que é um feito inédito para os corvinos, com direito a celebração: "Foi inédito, foi diferente, foi entusiasmante. Foi o concretizar de uma aspiração (...) e o culminar do trabalho de alguns anos. Foi uma festa. É a primeira vez que vamos estar na Série Açores de futsal. Portanto, foi uma coisa espetacular."

O jogo decorreu no pavilhão desportivo do Corvo e foi acompanhado por João Machado, repórter de imagem da RTP Açores. Com a ilha toda vacinada contra a Covid-19 e sem casos positivos há meses, a festa foi à moda antiga.

"Não me lembro de uma festa tão grande na ilha, tirando a festa da Nossa Senhora dos Milagres, que é a padroeira da ilha. Foi fantástico. Conseguimos fazer a festa como se não houvesse pandemia. Fizemos a festa nas ruas, brincámos, fizemos caravanas", conta.

João Machado chegou a arbitrar o primeiro jogo da equipa do Corvo e confessa que duvidou da possibilidade de os jogadores chegarem tão longe.

Até agora, o Clube Desportivo Escolar do Corvo jogava apenas com outras três ilhas: Pico, Faial e Flores.

Agora já podem competir a nível regional na Série Açores, podendo mesmo vir a competir a nível nacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de