Eleições no Benfica. Recorde de votação a cerca de hora e meia do fecho das urnas

Site dos encarnados anunciou que foi batido o anterior registo, de 38 102 votantes, nas eleições realizadas há menos de um ano.

As eleições no Benfica, a que concorrem o ex-futebolista Rui Costa e o empresário Francisco Benitez, registaram já o maior número de votantes na história do clube, de 38 208 sócios, ainda antes do encerramento das urnas.

O sítio dos encarnados anunciou, que, às 20h16, foi batido o anterior registo, de 38 102 votantes, nas eleições realizadas há menos de um ano e que elegeram pela última vez Luís Filipe Vieira, que, entretanto, renunciou ao cargo.

A pouco mais de hora e meia do final da votação, prevista para as 22h00, o maior número de sócios que votaram passou, como expectável, pelo Pavilhão nº2 do Estádio da Luz (mais de 15 mil), numa eleição a decorrer também em 24 casas do clube no continente, e por voto eletrónico nas ilhas e estrangeiro.

Com as eleições agendadas para um sábado e não um dia de semana, a escolha deverá ter potenciado o aumento de sócios votantes e um novo recorde, após registos que nos últimos 20 anos já contavam com seis das maiores votações em atos eleitorais do clube.

Um crescimento que se acentuou com a possibilidade de o voto ocorrer por todo o continente, através das casas do Benfica de norte a sul, ou por voto online para os Açores, Madeira e associados do clube residentes no estrangeiro.

Os números deste sábado já superam o anterior recorde, de 38 102 votantes, alcançado quando Luís Filipe Vieira (62,59%) venceu em 28 de outubro de 2020 o empresário João Noronha Lopes (34,71%) e o antigo vice-presidente Rui Gomes da Silva (1,64%).

Vieira, que esteve à frente do Benfica desde 2003 e renunciou em julho, depois de ser detido no âmbito de uma investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado, SAD do Benfica e Novo Banco, concorreu em algumas das maiores votações.

O anterior presidente 'encarnado' esteve também na terceira maior votação (2012, com 22 676 sócios votantes), na quinta (2009, 20 672), na nona (2016, 13 257) e na 10.ª (2003, 12 751).

No 'top 10' de votantes em eleições do Benfica, destaque ainda para o sufrágio de 2000, o quarto com maior número de sócios, no qual Manuel Vilarinho 'resgatou' o clube de um período muito difícil, em oposição ao presidente então em exercício, João Vale e Azevedo.

No 'confronto' de 2000 entre Vilarinho e Vale e Azevedo participaram 21 804 votantes, com o primeiro a ser eleito o 32.º presidente da história do clube (2000/2003), com 62% dos votos, sucedendo ao candidato derrotado (38%).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de