Emery é com bola, acelerar, acelerar. "Grande treinador e excelente homem"

O internacional português Beto fala de um treinador marcante, sobretudo pela frontalidade e qualidades humanas. Já Tiago Fernandes estagiou em Londres com o então treinador do Arsenal, um técnico que dá importância maior ao momento ofensivo.

Um dos alvos do Benfica para substituir Bruno Lage no comando técnico da equipa principal, Unai Emery foi um dos treinadores que marcou a carreira do internacional português Beto Pimparel. O guarda-redes elogia as qualidades técnicas do treinador, mas também, e sobretudo, a relação franca que mantinha com os atletas, um ambiente positivo que desafiava os jogadores, que resultava numa equipa ambiciosa, agressiva e que queria protagonismo em campo. E que resultou em títulos na passagem por Sevilha.

"Tem uma particularidade que é ter uma excelente relação com os jogadores, e por isso passámos quase quatro temporadas juntos, pela honestidade que aplica no trabalho e nas decisões e a forma frontal como trata os jogadores", revela o guarda-redes, que foi orientado por Emery no Sevilha.

A história de Unai Emery cruzou-se com a do Benfica em 2013/2014. A noite inesquecível do internacional português Beto foi uma das mais longas e duras da vida recente do clube encarnado. O Sevilha conquistou nas grandes penalidades a final da Liga Europa em Turim, com o guarda-redes português imparável no desempate por grandes penalidades.

Para o Benfica era a segunda final europeia perdida de forma consecutiva - a primeira em Amesterdão, frente ao Chelsea -, para o Sevilha de Unai Emery a primeira de uma série de três conquistas consecutivas da prova europeia, até hoje o maior feito da carreira do treinador espanhol.

"É um excelente líder e um grande apaixonado pelo futebol (...). Muito trabalhador e exigente com os jogadores", garante Beto. "Marcou-me muito na minha carreira. Os laços de confiança que cria com os jogadores fazem dele, à parte de um grande treinador, um excelente homem", refere.

Pressão e velocidade de técnico que conhece Liga portuguesa

Dos treinos, porque era aí que tudo começava, Beto Pimparel recorda a atitude afirmativa que o treinador espanhol tentava impor no jogo do Sevilha. "Montava as suas equipas no sentido de ter o controlo do jogo, sempre em pressão quando não tinha a posse de bola", garante o guarda-redes.

Esta opinião é atestada por Tiago Fernandes, antigo treinador do Sporting - que vai orientar o Leixões em 2020/2021 -, que estagiou em Londres com Unai Emery, quando o espanhol era treinador do Arsenal. "É sempre bom aprender com treinadores que têm muita experiência no futebol e que nos dão a oportunidade de conhecer a forma como trabalham. Foi muito gratificante ter ficado com ele três semanas, ver os treinos, a preparação dos jogos, como analisavam os adversários", explica Tiago Fernandes.

"Como tinha jogado contra o Arsenal [0-0 em Londres para a Liga Europa], falámos depois do jogo. Ainda hoje mantemos o contacto. Pomos a conversa em dia sobre futebol", revela o treinador português de 38 anos.

"É um treinador com muita qualidade no treino e uma liderança muito boa", considera. "Conhecia as equipas do campeonato e perguntou também algumas características dos jogadores do campeonato português", revela o treinador sobre a experiência em Londres, onde privou com Emery. "É um treinador que conhece bem os jogadores dos campeonatos europeus."

No campo de treino do Arsenal, em Londres, uma equipa repleta de talento mantinha uma boa relação com o treinador, apesar de algumas críticas da imprensa e dos adeptos do Arsenal. "Os jogadores tinham prazer em treinar com ele. As equipas de Emery têm automatismos, os princípios de jogo, treinados durante a semana, certos movimentos que a equipa deve fazer (...). Trabalha muito o ataque organizado e posicional da equipa, é muito rigoroso com os posicionamentos táticos. Gosta que a equipa tenha a bola e por isso a insistência no momento ofensivo."

Descrevendo a forma com Emery quer que as suas equipas atuem, Tiago Fernandes insiste na velocidade com que a bola deve circular. "Ele pede qualidade de passe; velocidade na circulação; velocidade no passe; objetividade no último terço, a atacar as zonas de finalização". Ajudavam à dinâmica os jogadores ao dispor do técnico, nomes como Ozil, Mkhitaryan, Aubameyang.

Unai Emery está sem clube desde novembro. Deixou o Arsenal, clube no qual chegou à final da Liga Europa na temporada passada. Antes tinha conquistado a liga francesa com o PSG, e três edições da Liga Europa com o Sevilha.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de