Empate serve ao Sporting? "Não, o objetivo é claramente vencer"

Rúben Amorim afirma ainda que "Coates faz mais falta ao Sporting do que o Veríssimo ao Benfica".

O treinador do Sporting, Rúben Amorim, rejeitou esta quinta-feira que o empate seja um bom resultado para o Sporting no dérbi da cidade de Lisboa. Na conferência de imprensa de antevisão do jogo, em resposta à pergunta da TSF, o treinador dos leões diz que quer vencer o Benfica.

"Não, o objetivo é claramente vencer. Não retira responsabilidade nenhuma não jogar o Palhinha ou o Coates. Somos o Sporting, vamos à Luz para vencer. Queremos manter a nossa posição. Estamos em primeiro em igualdade com o FC Porto, logo estamos em segundo porque o FC Porto tem uma diferença de golos melhor do que a nossa. Portanto, não retira nada. Queremos ganhar e temos de ganhar o jogo", afirma Rúben Amorim.

João Palhinha, que se lesionou no jogo contra o Tondela, e Sebastian Coates, que está infetado com a Covid-19, vão falhar o jogo desta sexta-feira no Estádio da Luz. Sobre as ausências, o treinador do Sporting diz que "todos fazem falta" e que "são jogadores difíceis de substituir", mas reitera que a equipa tem "a mesma responsabilidade com ou sem Palhinha e Coates". Ainda assim, acredita que o "Coates faz mais falta ao Sporting do que o Veríssimo ao Benfica", em resposta às declarações de Jorge Jesus.

Relativamente ao regresso dos testes antes dos jogos, Rúben Amorim revela que aumenta a ansiedade na preparação do jogo, mas que as equipas vão ter de voltar a viver com isso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de