Espanha tem novo selecionador. Luis Enrique regressa ao comando técnico

O apuramento para o Euro 2020 não foi suficiente para manter Robert Moreno no cargo de selecionador. Esta manhã, afederação espanhola anunciou que Luis Enrique está de volta ao banco da equipa.

O selecionador Robert Moreno não vai orientar a equipa de futebol de Espanha no Europeu de 2020. O substituto é Luis Enrique, antigo selecionador espanhol, anunciou, esta manhã, em conferência de imprensa, o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales.

Luis Enrique, que deixou a La Roja, em junho deste ano, devido a um problema familiar - que mais tarde se veio a revelar-se com a morte da filha do treinador -, está de regresso à seleção espanhola.

O agora ex-selecionador, Robert Moreno, orientou a equipa pela última vez esta segunda-feira, na vitória da seleção por 5-0 frente à Roménia. Robert Moreno deixou o relvado em lágrimas e depois não compareceu na conferência de imprensa.

A Real Federação Espanhola sempre "olhou" para Robert Moreno como selecionador interino. Moreno fazia parte da estrutura técnica de Luis Enrique, que afinal sempre teve as portas abertas para regressar ao cargo de timoneiro da equipa de futebol da seleção de espanha.

A "La Roja" já tem confirmado o apuramento para o Euro 2020, e esta terça-feira a Real Federação Espanhola informou que vai ser Luís Enrique a orientar a equipa no Europeu do próximo ano.

Na altura em que assumiu o cargo, Robert Moreno afirmou que se Luis Enrique regressasse ao comando técnico da seleção, teria de "dar um passo lado", pelo que não é claro se deverá manter-se na equipa técnica da seleção de Espanha.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados