Ronaldo contra a Coreia "depende do treino" da tarde e há jogadores a "acusar cansaço"

Nuno Mendes está lesionado e não joga mais neste Mundial, mas vai ficar com a seleção a pedido do próprio e após ter sido autorizado pelo PSG.

O selecionador nacional, Fernando Santos, confirmou esta quinta-feira que Nuno Mendes "vai estar fora do Mundial", mas fica com o grupo por escolha própria, com autorização do clube que representa, o Paris Saint-German, e revelou que a presença de Cristiano Ronaldo no jogo com a Coreia do Sul depende do treino desta tarde.

O capitão da seleção nacional foi substituído nos dois jogos em que participou até agora, pelo que, garante o selecionador, "há um plano" para o caso de não poder jogar.

"Vamos ver, ele em princípio vai treinar mais logo e, se estiver em condições... Neste momento nem sei se é 50/50, depende do treino. Se ele treinar normalmente, claro que faz parte daquele lote de 20 jogadores de campo que estarão disponíveis", explicou, depois de Cristiano Ronaldo ter feito apenas trabalho específico de recuperação esta quarta-feira.

Já o lateral esquerdo Nuno Mendes "infelizmente vai estar fora deste Mundial", mas fica com o grupo "até ao final". O PSG, que representa, "acedeu e o que ele poderia fazer lá [em termos de recuperação] pode fazer aqui também. Ele manifestou vontade de estar connosco. Isso reflete o estado de espírito e união deste grupo", afirmou o técnico, em conferência de imprensa.

Na antevisão do jogo contra a Coreia do Sul, esta sexta-feira, Fernando Santos alertou para os dois primeiros jogos dos asiáticos, em que foram "tremendos", e avisou para uma equipa "rápida e muito objetiva", com "muita gente na frente e laterais muito subidos" e defensivamente "muito bem organizada".

Portugal, por seu lado, "continua num processo de evolução, o que é perfeitamente normal", com base numa geração que "começou em 2018" mas que ainda "está a crescer muito" e de forma natural. Com "confiança total em todos os jogadores", lamenta não poder contar com três para esta sexta-feira: Danilo, Otávio e Nuno Mendes.

Além destes, há outros que "apareceram em grande forma", mas começam agora a "acusar cansaço, que causa fadiga e que causa lesões" por estarem a jogar "de quatro em quatro dias".

A esta condicionante junta-se a necessidade de gerir os cartões amarelos da equipa, uma vez que, neste torneio, dois destes equivalem a um jogo de castigo. Ainda assim, jogará a equipa que reunir "a maior confiança" do selecionador".

Sem "deixar de dormir", mas ficando "triste" por não poder contar com alguns jogadores, Fernando Santos garante não estar "preocupado", até porque Portugal "tem uma das melhores seleções" deste Mundial.

"Apto", Pepe não jogou contra o Gana por "opção do treinador"

Primeiro a responder nesta conferência, o defesa central Pepe, de 39 anos, ainda não adianta se este é o "último" Mundial em que joga, mas diz esperar que António Silva - estreante em convocatórias - "possa fazer o seu percurso" tanto na seleção como no clube que representa, o Benfica.

Questionado pela TSF sobre se estaria em condições para jogar todos os jogos até à final, Pepe diz não entender "tanto problema" e garante que, se está na seleção, está "apto", revelando que não jogou contra o Gana "por opção do treinador".

"Procurei corresponder da melhor maneira possível ao que o treinador me pediu", revelou ainda sobre o momento em que foi chamado ao onze depois da lesão de Danilo.

Sobre se a equipa está pronta para dar "uma alegria" a Portugal, Pepe garantiu que a seleção nacional "está a trabalhar" para ser campeã do mundo, mas o caminho "ainda é difícil".

O defesa vê na Coreia do Sul um grupo de jogadores que "trabalha muito dentro do campo" e que é também "muito organizado", mas não quis destacar individualidades da equipa orientada por Paulo Bento. Ainda assim, notou que, por já ter trabalhado com o treinador, sabe que vão apostar na "saída em contra-ataque".

Treino esta tarde

A seleção portuguesa de futebol faz esta tarde o último treino antes do jogo com a Coreia do Sul, o derradeiro no Grupo H do Mundial 2022, numa sessão em que Cristiano Ronaldo deve voltar a estar disponível.

A sessão está agendada para as 17h30 locais (14h30 em Lisboa), no centro de treinos de Al-Shananiya. Danilo Pereira e Otávio serão os únicos ausentes no apronto, uma vez que se encontram a recuperar das respetivas lesões. Nuno Mendes não volta a jogar neste Mundial.

Portugal e Coreia do Sul defrontam-se esta sexta-feira, a partir das 18h00 locais (15h00 em Lisboa), no Estádio Education City, em Doha.

A equipa das quinas, que já está qualificada para os oitavos de final depois do triunfo sobre o Uruguai (2-0), lidera o Grupo H, com seis pontos, mais três do que o Gana, segundo, e mais cinco do que os sul-coreanos, treinados por Paulo Bento, e uruguaios, que, à mesma a hora, defrontam os ganeses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de