Euro 2020. Finlândia deteta 80 infeções pelo coronavírus em adeptos vindos da Rússia

Estes dados são preliminares e o número real de contágios pode aumentar.

As autoridades de saúde da Finlândia detetaram 80 casos positivos ao coronavírus entre os adeptos que foram testados no regresso de São Petersburgo, onde a seleção finlandesa se despediu do Euro 2020 de futebol, na segunda-feira.

O Instituto finlandês da Saúde e Bem-estar (THL) advertiu que estes dados são preliminares e que o número real de contágios pode aumentar, pedindo aos adeptos que assistiram ao jogo na Rússia que realizem testes PCR numa 'janela' de 72 horas.

"A pandemia da Covid-19 na Rússia agravou-se rapidamente em junho. A incidência acumulada em São Petersburgo é de 240, enquanto na Finlândia é de 19, com o risco de infeção em São Petersburgo a ser claramente superior", indicou o THL.

Na terça-feira, mais de três mil adeptos finlandeses estiveram mais de três horas na fronteira com a Rússia, com temperaturas na ordem dos 30 graus celsius, para realizarem testes PCR, levando as autoridades a permitirem a entrada de 800 adeptos sem teste, face à falta de meios, temendo agora um aumento dos contágios 'importados'.

A Finlândia 'despediu-se' do Euro 2020, na segunda-feira, naquela que foi a sua primeira presença numa fase final, após perder com a Bélgica por 2-0, terminando o Grupo B em terceiro lugar, mas com pior desempenho do que os quatro melhores terceiros apurados.

No grupo apuraram-se Bélgica, que vai defrontar Portugal nos oitavos de final, no domingo, em Sevilha, e Dinamarca, enquanto a Rússia terminou em quarto.

O Euro 2020, competição em que Portugal defende o título, foi adiado para este ano devido à pandemia de Covid-19 e decorre até 11 de julho, em 11 cidades de 11 países diferentes.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.884.538 vítimas mortais em todo o mundo, resultantes de mais de 179 milhões de casos de infeção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de