Everton vence em Anfield e agrava crise do Liverpool

O campeão inglês, que averbou a quarta derrota consecutiva e a sexta nos nove desafios no campeonato que disputou desde o início de 2021.

Um irreconhecível Liverpool continua a afundar-se na Liga inglesa de futebol, ao perder hoje em casa por 2-0 no dérbi com o Everton, sendo apanhado pelo vizinho no sexto lugar, à 25.ª jornada.

O campeão inglês, que averbou a quarta derrota consecutiva e sexta nos nove desafios no campeonato que disputou desde o início de 2021, continua em queda livre: agora o seu carrasco foi o rival Everton, que não conquistava os três pontos nos duelos entre ambos há mais de 10 anos, desde 2010, 23 encontros depois.

Com o português André Gomes de início, o Everton cedo se colocou na frente, numa recuperação de bola ofensiva no terceiro minuto concluída com um passe do colombiano James Rodriguez para o brasileiro Richarlison que, na área, rematou cruzado.

Os guarda-redes Pickford e Alisson brilharam ao negar golos "cantados" a remate de Henderson e cabeceamento de Coleman, respetivamente, mantendo o resultado até ao intervalo.

No segundo tempo, o Liverpool pressionou e teve muito mais posse de bola, perante a equipa de Carlo Ancelotti, que baixou e juntou os blocos, com exemplar disciplina tática.

Num dos raros contra-ataques, Calvert-Lewin foi derrubado para penálti que o islandês Gylfi Sigurdsson converteu no 2-0, aos 83 minutos.

Liverpool e Everton, com menos um jogo, somam 40 pontos, partilhando o sexto lugar, a dois pontos do West Ham, que domingo recebe o Tottenham, de José Mourinho.

Ao início da tarde, o Chelsea falhou o quinto triunfo consecutivo, com um empate 1-1 em casa do Southampton, que vinha de cinco desaires seguidos, ficando o seu quarto lugar à mercê do West Ham, a um ponto e com um jogo a menos.

Os "saints", que atravessam um forte ciclo negativo, adiantaram-se no marcador aos 33 minutos, por intermédio do japonês Takumi Minamino, porém os "blues" igualaram aos 54, por Mason Mount, que foi derrubado por Danny Ings dentro da área e converteu ele próprio o penálti.

Os "blues" mantêm-se no quarto lugar, com 43 pontos, menos três do que Manchester United e Leicester, segundo e terceiro colocados, respetivamente, que jogam no domingo.

Já o Southampton, que chegou a estar no "top 4" no primeiro terço da prova, é 13.º, com 30 pontos.

O West Bromwich, penúltimo colocado, a 11 pontos a manutenção, viu o central nigeriano Semi Ajayi ser expulso aos 30 minutos, mais ainda assim resistiu e impôs uma igualdade 0-0 na visita ao Burnley, 15.º, nove pontos acima da "linha de água".

Ainda hoje, o Fulham tem importante jogo para se aproximar de um lugar que evite a despromoção, ao receber o lanterna-vermelha Sheffield United.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de