Extremadura retira número 19 em memória de Reyes

O líder do clube espanhol afirmou que a camisola número 19 "tem um proprietário para a eternidade".

O Extremadura vai retirar a camisola número 19, em homenagem ao futebolista José Antonio Reyes, que morreu este sábado num acidente rodoviário, anunciou o presidente do clube da II divisão espanhola.

Numa carta aberta, Manuel Franganillo considera que aquela camisola "tem um proprietário para a eternidade, uma lenda do futebol" que o clube "teve a sorte" de ter no seu plantel.

O líder do clube de Almendralejo disse que "teve a grande sorte de poder desfrutar de José Antonio Reyes", agradecendo todas as mensagens recebidas que ajudam a ultrapassar "as difíceis horas em que custa aceitar a dura realidade".

O acidente que vitimou Reyes e um primo do avançado espanhol, de 23 anos, e deixou ferida com gravidade uma terceira pessoa, ocorreu às 11h40 (10h40 em Lisboa), numa autoestrada entre Sevilha e Utrera, localidade onde nasceu, tendo o carro em que circulava sofrido um despiste, incendiando-se de seguida, de acordo com a agência EFE.

Reyes, que atuou esta temporada no Extremadura, da segunda divisão espanhola, jogou no Benfica na época 2008/09, por empréstimo do Atlético de Madrid, tendo disputado 35 jogos e marcado seis golos ao serviço da equipa lisboeta, pela qual conquistou a Taça da Liga, tendo marcado um golo na final, frente ao Sporting.

O avançado, que tem 21 internacionalizações pela seleção de Espanha, nas quais marcou quatro golos, conquistou por cinco vezes a Liga Europa e venceu uma Supertaça europeia, tendo-se ainda destacado no Arsenal, no qual conquistou um título de campeão inglês e uma Taça de Inglaterra.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de