Benfica empata em Famalicão e deixa FC Porto com uma mão no título

Pizzi abriu o marcador, mas Guga empatou perto do fim. Dragões podem ser campeões frente ao Sporting. Veja os golos.

O Benfica empatou esta noite em Famalicão (1-1), deixando o FC Porto com uma mão no título. O primeiro golo do jogo surgiu na primeira parte por intermédio de Pizzi. A sete minutos dos 90, Guga empatou para a equipa de João Pedro Sousa.

Apesar de o treinador interino Nelson Veríssimo ter admitido desconhecer o horário do jogo do FC Porto, o Benfica subiu ao relvado em Famalicão com uma certeza: uma derrota daria o título nacional aos dragões, que venceram em Tondela.

Logo aos três minutos, as águias criaram o primeiro lance de perigo. Após uma jogada de entendimento, Cervi isolou-se pelo lado esquerdo do ataque, entrou na área e rematou para grande defesa do guardião Rafael Defendi.

Aos 10 minutos de jogo, num lance que parecia estar controlado pela defensiva do Benfica, Nuno Tavares desconcentrou-se e permitiu a antecipação, já dentro da pequena área, de Pedro Gonçalves. O jogador do Famalicão caiu e a equipa da casa pediu grande penalidade, mas a equipa de arbitragem discordou das queixas da turma de João Pedro Sousa.

O Famalicão insistiu e foi aproveitando os espaços concedidos. Pedro Gonçalves aproveitou um ressalto para, à entrada da área, desferir um remate que só não entrou na baliza do Benfica porque Vlachodimos disse presente. O guardião encarnado protagonizou uma extraordinária defesa, negando o primeiro golo do jogo.

O Benfica respondeu e instalou-se no meio campo do adversário. Aos 34 minutos, Chiquinho descobriu Pizzi na área. O internacional português rematou para nova grande defesa de Defendi.

Dois minutos depois, Pizzi não falhou. Cervi isolou-se pela esquerda e serviu Seferovic. O suíço rematou, Defendi defendeu para a frente e, na recarga, Pizzi fuzilou a balizou do Famalicão, inaugurando o marcador.

A segunda parte começou mais equilibrada, com o Famalicão à procura do empate. Mas a equipa de João Pedro Sousa esbarrava na defesa do Benfica.

Aos 65 minutos, André Almeida criou uma jogada de perigo em conjunto com o Pizzi. O lateral-direito descobriu Cervi na área. O argentino rematou, mas a bola foi cortada pela defesa do Famalicão, num lance de muito perigo.

Aos 73 minutos, o Benfica conquistou um livre direto. O lance ficou para o menino Nuno Tavares bater. No remate, o jovem lateral esquerdo do Benfica viu Defendi negar-lhe o golo, com mais uma excelente defesa.

O Famalicão acreditava que ainda podia conquistar um ponto frente aos campeões nacionais e João Pedro Sousa fez várias alterações na equipa, reforçando o ataque com Anderson e Walterson. E foi o brasileiro que desferiu um remate muito perigoso, que saiu ligeiramente ao lado da baliza de Vlachodimos.

Mas o golo surgiu logo a seguir. Fábio Martins conseguiu soltar-se da desmarcação e cruzou para a área onde surgiu Guga a finalizar para o fundo da baliza encarnada, fixando o empate no marcador.

O resultado deixa o FC Porto com uma mão no título. Na próxima jornada os dragões podem ser campeões frente ao Sporting, bastando um empate para festejarem o regresso aos títulos.

Onze do Benfica: Odysseas, André Almeida, Rúben Dias, Jardel, Nuno Tavares, Weigl, Gabriel, Pizzi, Cervi, Chiquinho e Seferovic.

Onze do Famalicão: Defendi, Riccili, Patrick William, Roderick, Coly, Gustavo Assunção, Racic, Del Campo, Fábio Martins, Rúben Lameiras e Pedro Gonçalves.

Suplentes do Benfica: Zoblin, Zivkovic, Dyego Sousa, Samaris, Rafa, Jota, Tomás Tavares, Carlos Vinícius e Ferro.

Suplentes do Famalicão: Vaná, Ivo Pinto, Guga, Walterson, Ofori, Nehuen Perez, João Neto, Alex Centelles e Anderson.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de