Taremi foi o melhor remédio contra o Bayer. FC Porto vence pela primeira vez na Champions

Zaidu e Galeno marcaram, com assistências do iraniano. Veja os golos

Depois de ver um golo anulado na primeira parte, Mehdi Taremi serviu os golos de Zaidu e Galeno que deram a primeira vitória ao FC Porto na Liga dos Campeões.

Num jogo frenético, o VAR anulou dois golos e Diogo Costa defendeu um penálti na primeira parte. Na segunda, os dois golos dos dragões contaram mesmo e derrotaram o Bayer Leverkusen.

Em comparação com a equipa apresentada perante o SC Braga, Sérgio Conceição trocou apenas Rodrigo Conceição por João Mário.

O primeiro vestígio de perigo na partida aparece para os alemães. Cruzamento de Diaby para uma defesa incompleta de Diogo Costa e a recarga de Hlozek não aparece graças a um corte da defesa portista.

Os alemães dominam mesmo os primeiros minutos da partida. E esse domínio traduz-se no primeiro golo da partida. Recuperação de bola a meio-campo, Diaby conduz pelo centro, dá para Andrich que cruza para o segundo poste onde aparece Callum Hudson-Odoi para fazer o golo. Contudo, depois da análise do VAR, o árbitro Anthony Taylor assinala falta sobre Pepê no início do lance e invalida o golo.

A melhor jogada do FC Porto acontece aos 27 minutos. Bola para a área, Taremi tenta servir Evanilson ao segundo poste que sofre um toque de Hincapié e cai, mas o árbitro considera que não há falta.

Depois de vários minutos sem perigo, Hradecky, aos 40 minutos, voa para parar um grande remate de longe de Matheus Uribe.

Na jogada seguinte, Diogo Costa responde com uma boa defesa a remate de Schick. Mas foram minutos loucos. Contra-ataque portista conduzido por Mehdi Taremi, solta para Evanilson que toca para Pepê e este serve Taremi para o golo. Mas, novamente, o VAR entra em ação para anular o golo e marcar penálti para os alemães, por mão de David Carmo no início do lance. Na conversão, Schick não consegue enganar Diogo Costa que voa para a defesa. É o segundo penálti que o checo falha perante o guarda-redes português em poucos dias.

Depois da loucura, o jogo ficou mesmo em 0-0 e o jogo vai para intervalo. No regresso para o segundo tempo, Sérgio conceição lança Otávio para o lugar de Bruno Costa.

Os dragões entram a criar perigo na segunda parte. Canto de Wendell, corte da defesa alemã e Taremi remata por cima.

Aos 62 minutos, Sérgio Conceição volta a mexer na partida: saem Wendell (lesionado) e João Mário para as entradas de Zaidu e Galeno.

Logo a seguir, boa jogada entre Galeno e Zaidu, a bola chega a Evanilson que, no momento do remate, cai na área e pede grande penalidade, mas o árbitro nada assinala. Na jogada seguinte, Galeno vira o jogo para a direita onde aparece Taremi que faz um grande cruzamento para a cabeça de Zaidu que marca e desta vez conta.

Gerardo Seoane responde ao golo dos dragões com duas alterações, fazendo entrar Demirbay e Adli para os lugares de Hlozek e Andrich.

Já nos minutos finais, os dragões fecham o jogo. Ataque rápido de Taremi que isola Galeno com um grande passe e o brasileiro faz o segundo golo do FC Porto.

Na jogada seguinte, Frimpong faz falta sobre Galeno e acaba expulso com o segundo cartão amarelo.

O jogo termina mesmo com a vitória dos dragões, que somam os primeiros pontos na competição. O Club Brugge voltou a vencer e soma nove pontos, enquanto FC Porto, Bayer Leverkusen e Atlético de Madrid estão atrás com três pontos cada um.

Onze do FC Porto: Diogo Costa, João Mário, Pepe, David Carmo, Wendell; Uribe, Eustáquio, Bruno Costa, Pepê; Taremi e Evanilson.

Onze do Bayer Leverkusen: Hradecky, Hincapié, Tah, Tapsoba, Frimpong, Andrich, Aránguiz, Diaby, Hlozek, Hudson-Odoi e Schick

Suplentes do FC Porto: Cláudio Ramos, Fábio Cardoso, Zaidu, Rodrigo Conceição, Grujic, Bernardo Folha, André Franco, Otávio, Galeno, Veron, Namaso e Toni Martínez.

Suplentes do Bayer Leverkusen: Lomb, Lunev, Bakker, Kossounou, Azmoun, Demirbay, Amiri, Adli, Fosu-Mensah, Azhil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de