Novo deslize. FC Porto empata com o Boavista no Dragão

Dragões voltam a perder pontos ao empatar a duas bolas com o Boavista. Veja os golos.

O FC Porto empatou este sábado 2-2 na receção ao Boavista, na 19.ª jornada da I Liga, numa partida em que os dragões falharam um penálti e viram um golo ser anulado já perto do final.

O primeiro golo do jogo surgiu cedo, aos 8 minutos, na sequência de um canto de Bauer. O defesa Porozo elevou-se na área e desferiu um potente cabeceamento que levou a bola a bater na trave e a entrar dentro da baliza do FC Porto. De nada valeu o salto de Marchesin.

Já no tempo de compensação do primeiro tempo, Elis, após várias tentativas, marcou e aumenta a vantagem do Boavista para 2-0. A jogada começou em Nuno Santos, que lançou Mangas na esquerda. Com uma tabela deixaram a defesa portista para trás antes de Mangas cruzar para o segundo poste onde apareceu Elis a lançar-se à bola de carrinho e a encostar já perto da linha de golo.

Na segunda parte, com vontade de dar a volta ao marcador, o FC Porto encostou o Boavista às cordas e logo nos primeiros dez minutos do segundo tempo, aos 54', o avançado Taremi ganhou a bola na área, após um lançamento lateral longo de Corona, e rematou de pé esquerdo. A bola desviou em Porozo e enganou Léo Jardim.

A dez minutos dos 90 chegou o empate. O árbitro assinalou penálti para o FC Porto por falta sobre Evanilson e Sérgio Oliveira, chamado a converter a grande penalidade, não desperdiçou com um remate que foi uma verdadeira bomba.

Com este empate, o terceiro seguido no campeonato, o FC Porto está no segundo lugar, com 41 pontos, a sete do líder Sporting, que tem menos um jogo e pode aumentar a vantagem, enquanto o Boavista está em 17.º, com 15.

Antes do início do jogo, no Estádio do Dragão, havia nas bancadas várias faixas com a palavra "basta!", proferida por Pinto da Costa, presidente do FC Porto, na conferência de imprensa após o jogo com o Sporting de Braga, criticando a arbitragem. Uma conferência de imprensa que não contou com a presença do treinador, Sérgio Conceição.

Cerca de meia hora antes do apito inicial, as faixas começaram a ser retiradas.

Pontapé de saída para o FC Porto! Já rola a bola no Dragão. O Boavista está atrevido nestes primeiros minutos. Aos 9', na sequência de um canto bem batido, Jackson Porozo ganhou nas alturas e, de cabeça, inaugurou o marcador a favor dos axadrezados. A bola ainda bate na trave antes de entrar na baliza. De nada valeu o salto de Marchesin. Os jogadores azuis e brancos queixaram-se da decisão de atribuir canto, antes e depois de o lance ter acabado em golo para o Boavista.

O primeiro amarelo do jogo surge aos 18 minutos e é para um jogador do Boavista, Paulinho. Aos 20 minutos, defesa de Léo Jardim para canto a evitar o golo de Sérgio Oliveira! O médio portista rematou de pé esquerdo de fora da área, rasteiro, e a bola ia entrar junto ao poste esquerdo do Boavista.

Um minuto depois da primeira meia hora de jogo, de novo Elis à beira do golo, com um remate de cabeça na área. Marchesin defende! Jogada a papel químico de outra do início da partida, com ataque rápido pela direita e o atacante a finalizar à frente do guardião argentino.

Já nos descontos, ao minuto 46, Elis concretiza! A jogada começou com Nuno Santos a lançar Mangas na esquerda que, com uma tabela, deixou a defesa portista para trás antes de cruzar para o segundo poste onde apareceu Elis a lançar-se à bola e a encostar, já perto da linha de golo. O VAR avaliou o lance e validou o golo.

Intervalo no Dragão!

Recomeçou o jogo. Sérgio Conceição fez três mexidas de uma assentada para tentar dar a volta à desvantagem de dois golos. Entram Zaidu, Otávio e Grujic e saem Diogo Leite, João Mário e Fábio Vieira. Aos 54 minutos, o avançado Taremi ganha a bola na área, após um lançamento lateral longo de Corona, e remata de pé esquerdo. A bola desvia em Porozo e engana Léo Jardim. Está feito o 2-1 e o FC Porto reduz a desvantagem.

Aos 75 minutos, alteração no FC Porto, a quinta e última. Sai Manafá e entra Francisco Conceição, filho do treinador dos dragões. Os azuis e brancos estão a encostar o Boavista às cordas nestes últimos minutos. Quatro minutos depois, Evanilson cai na grande área e o árbitro assinala penálti para o FC Porto. Chamado a converter, Sérgio Oliveira não desperdiça e empata o jogo. Irrepreensível.

Três minutos depois do golo do empate, mais um penálti por falta sobre Francisco Conceição. Novamente chamado a converter, Sérgio Oliveira falha e atira ao poste. Aos 89 minutos, Evanilson esteve perto de virar o resultado, chegando mesmo a colocar a bola dentro da baliza de Léo Jardim, mas o lance foi alvo de análise por parte do VAR e o golo acabou anulado.

Onze do FC Porto: Marchesin; Manafá, Pepe, Diogo Leite e Sarr; Corona, Sérgio Oliveira, Fábio Vieira e João Mário; Marega e Taremi.

Onze do Boavista: Léo Jardim; Castro, Rami, Jackson Porozo; Cannon, Nuno Santos, Paulinho, Ricardo Mangas; Sauer, Angel Gomes e Elis.

Suplentes do FC Porto: Diogo Costa, Loum, Zaidu, Grujic, Otávio, Felipe Anderson, Toni Martínez, Evanilson e Francisco Conceição.

Suplentes do Boavista: Bracali, Gómez, Nathan, Hamache, Show, Sebastián Pérez, Benguché, Yusupha Njie, Morais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de