FC Porto vence Famalicão antes do clássico com o Benfica

Dragões reaproximam-se do Sporting e somam agora 70 pontos. Veja os cinco golos da partida.

O FC Porto regressou esta sexta-feira às vitórias, vencendo o Famalicão (3-2) no estádio do Dragão. Toni Martínez abriu o marcador, mas antes do final da primeira parte, Ivo Rodrigues empatou para os forasteiros. No segundo tempo, Taremi colocou os dragões em vantagem, na conversão de um penálti e Gruijc amplicou. Nos descontos, o Famalicão ainda conseguiu reduzir por intermédio do avançado Anderson.

Depois do empate polémico em Moreira de Cónegos, o FC Porto recebeu esta sexta-feira o Famalicão, no jogo referente à 30.ª jornada da I Liga. Sem Sérgio Conceição, castigado com 21 dias de suspensão, era Vítor Bruno quem coordenava a equipa no banco de suplentes.

Para este jogo, a equipa técnica dos dragões fez várias alterações em relação ao empate com o Moreirense. Francisco Conceição, Grujic e Toni Martínez foram titulares.

Frente a um adversário moralizado sob o comando de Ivo Vieira, o FC Porto abriu o marcador na fase inicial do jogo. Aos 10 minutos, Taremi combinou com Toni Martínez e o espanhol marcou à sua antiga equipa.

Logo a seguir, o FC Porto sofreu uma contrariedade. Jesús Corona, que jogava na lateral direita, lesionou-se e não continuou em campo. Para o lugar, Vítor Bruno chamou Zaidu.

Depois do golo, o ritmo de jogo abrandou, com o FC Porto com dificuldades em criar oportunidades. Em cima do intervalo, o Famalicão conquistou um livre direto em zona frontal. Na sequência do lance, Ivo Rodrigues apontou o golo do empate.

Até ao intervalo, o placar não voltou a mexer. No caminho para os balneários, destaque para Corona. O internacional mexicano estava em claras dificuldades e a lesão pode colocá-lo em dúvida para o clássico com o Benfica na Luz.

Para a segunda parte, Francisco Conceição já não regressou ao relvado, tendo sido substituído pelo colombiano Luis Díaz. Neste segundo tempo, os dragões entraram, como na primeira parte, mais perigosos em campo e, aos 58 minutos, conquistaram uma grande penalidade.

Da marca dos onze metros, o avançado Mehdi Taremi não vacilou e apontou o segundo golo azul e branco no jogo.

Sem grandes argumentos, o Famalicão não tinha capacidade para ultrapassar a boa organização da formação azul e branca. Aos 75 minutos, na sequência de um livre do lado direito do ataque, Otávio levantou para a área e Grujic saltou para cabecear e marcar o terceiro golo portista no encontro.

Apesar da superioridade, o Famalicão não quis desistir. Já depois dos 90, o Famalicão foi à área de Marchesín e, após um primeiro remate, Anderson, na recarga, apontou o segundo golo da formação famalicense.

Onze do FC Porto: Marchesín; Corona, Mbemba, Diogo Leite e Manafá; Francisco Conceição, Uribe, Grujic e Otávio; Toni Martínez e Taremi.

Suplentes: Diogo Costa, Carraça, Sarr, Sérgio Oliveira, Fábio Vieira, Luis Díaz, Marega, João Mário e Evanilson.

Onze do Famalicão: Luiz Júnior; Diogo Figueiras, Riccieli, Diogo Queirós e Verdonk; Ugarte, Gustavo Assunção, Pêpê e Iván Jaime; Gil Dias e Ivo Rodrigues.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de