FC Porto perdulário vence Farense e fica a um ponto do Sporting

Taremi marcou o único golo do jogo. Veja o lance que deu a vitória aos dragões.

O FC Porto venceu esta noite o Farense no estádio São Luís por 1-0, sofrendo nos minutos finais do encontro. O único golo do jogo foi apontado pelo avançado iraniano Mehdi Taremi, aos 15 minutos.

Dezoito anos depois, o Estádio São Luís, em Faro, voltou a receber um dos "grandes" do futebol português. O Farense recebia o campeão FC Porto, em jogo da 15.ª jornada.

O treinador Sérgio Conceição promoveu alterações na equipa, reservando uma novidade para este duelo. O brasileiro Otávio recuperou da Covid-19 e entrou direto no onze inicial. Na equipa da casa, houve duas alterações em relação ao último jogo, uma vitória frente ao Gil Vicente.

O jogo começou com o FC Porto com muita pressa em resolver o jogo. Os dragões instalaram-se no ataque e alcançaram o primeiro golo aos 15 minutos de jogo. Mehdi Taremi concluiu com êxito uma excelente jogada de ataque pelo lado direito do ataque.

O Farense tentou responder e foi à área do FC Porto. Os algarvios queixaram-se de um braço na bola por parte de Corona, mas o videoárbitro, após rever as imagens do lance, nada assinalou.

Aos 25 minutos, o FC Porto voltou a usar o contra-ataque e Corona viu Rafael Defendi a negar-lhe o golo. Logo a seguir, o guardião brasileiro voltou a estar em destaque.

Na meia-lua, Otávio aproveitou uma bola no ar e rematou em vólei para uma enorme defesa do 12 do Farense.

Os dragões eram a equipa mais perigosa em campo e, antes do intervalo, Taremi e Zaidu estiveram muito perto de aumentar a vantagem no marcador.

Na segunda parte, o FC Porto voltou para atacar a baliza do adversário. Num primeiro lance, através de um canto, Taremi apareceu na área a cabecear à figura de Defendi.

Aos 55 minutos, foi a vez de Corona pegar na bola no meio campo, tirar dois adversários do caminho e ver Defendi negar-lhe, novamente, o golo.

Os dragões, que estavam a falhar na eficácia, muito por culpa da boa exibição do guarda-redes do Farense, tiveram uma nova oportunidade clara aos 64 minutos. Corona conduziu mais um ataque pelo centro do terreno, serviu Marega que rematou, tendo Defendi sacudido a bola para a frente. Na recarga e em boa posição, Otávio não conseguiu faturar.

A 10 minutos do tempo regulamentar, o Farense acertou no poste, após uma jogada em que houve passividade entre as unidades da defesa dos dragões.

Para os minutos finais, o treinador Sérgio Conceição lançou no jogo Diogo Leite e Carraça, na tentativa de travar o entusiasmo algarvio junto a baliza algarvia.

Onze do Farense: Rafael Defendi; Alex Pinto, Bura, Cássio Scheid, Fábio Nunes; Filipe Melo, Amine Oudrhiri; Madi Queta, Gauld, Licá; Stojiljković.

Suplentes do Farense: Hugo Marques, André Pinto, Abner, Tomás Tavares, Falcão, Lucca, Hugo Seco, Mansilla, Pedro Henrique.

Onze do FC Porto: Marchessín; Manafá, Mbemba, Pepe e Zaidu; Corona, Grujic, Uribe e Otávio; Marega e Taremi;

Suplentes do FC Porto: Diogo Costa; Diogo Leite, Loum, Carraça, João Mário, Felipe Anderson, Toni Martínez Fábio Vieira e Francisco Conceição;

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de