Florentino Pérez ameaça processar quem divulgou críticas a Ronaldo e Mourinho

Os áudios remetem para outubro de 2012. José Mourinho iniciava a segunda temporada em Madrid, depois de um ano sem títulos. Cristiano Ronaldo era a figura da equipa, mas não escapava às críticas do presidente. Florentino Pérez classifica o jogador da seleção portuguesa como um "imbecil".

O presidente do Real Madrid ameaça recorrer aos tribunais depois de divulgadas novas conversas particulares sobre Cristiano Ronaldo e José Mourinho. O jornal El Confidencial apresentou gravações de Florentino Peréz de 2012, em que o responsável máximo do clube merengue crítica a postura e o comportamento de treinador e jogador.

Sobre Cristiano Ronaldo, Florentino Pérez questiona as atitudes dentro e fora de campo. "Está louco. Este tipo é um imbecil, doente. Pensam que é uma pessoa normal, mas não é, senão não fazia as coisas que faz", garante na conversa reproduzida pelo El Confidencial.

"O [Jorge] Mendes não tem mão nele [Ronaldo], nem em Mourinho. Zero. Nem nas entrevistas. Estes dois têm um ego terrível, são malcriados os dois, não veem a realidade, porque podiam ganhar muito mais dinheiro se agissem de outra forma", garante ainda o presidente do Real Madrid, endereçando também críticas ao representante de treinador e atleta.

Em comunicado, o presidente do Real Madrid garante que as conversas reproduzidas foram gravadas de forma ilegal. Trata-se de uma conversa com José António Abellán. As frases, garante o presidente do Real Madrid, "foram retiradas do contexto". Estranha ainda Florentino Pérez que sejam agora divulgadas, "tantos anos depois" e depois de conhecido o projeto da Superliga europeia, que liderou.

Florentino Pérez garante que já pediu aos seus advogados para estudar possíveis ações judiciais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de