Génova revela 14 casos positivos, Sampdoria assume Baldé infetado

É o primeiro caso de um surto em clubes italianos desde o reinício das competições após o confinamento.

O Génova, da Liga italiana de futebol, revelou esta segunda-feira que tem 14 casos positivos de covid-19 no seu grupo de trabalho, enquanto a rival Sampdoria está a contas com a infeção do seu iminente reforço Keita Baldé.

"O clube ativou todos os procedimentos previstos no protocolo em vigor e informou as autoridades competentes sobre os procedimentos. O clube fornecerá as próximas atualizações ditadas pela evolução", anunciou o Génova.

Este é o primeiro caso de gravidade excecional numa grande liga europeia e que no fim de semana custou ao clube transalpino, atual 12.º classificado em Itália, uma goleada 6-0 ante o Nápoles.

Inicialmente, foram revelados os positivos de Mattia Perin, sábado, e Lasse Schone, no domingo, contudo hoje foi confirmado um surto em mais 12 elementos, entre futebolistas e 'staff'.

Não foram divulgados mais nomes de jogadores, contudo prevê-se que vários atletas estarão impedidos de defrontar no sábado o Torino, enquanto os profissionais do Nápoles devem ser submetidos a controlos rigorosos para avaliar efeitos do embate do fim de semana.

A Sampdoria, rival na cidade de Génova, anunciou que Keita Baldé, prestes a ser contratado ao Mónaco, testou positivo por coronavirus durante os habituais exames médicos.

"Ele não teve contacto com o grupo profissional e está em quarentena", tranquilizou a Sampdoria em nota.

A Itália registou 1.494 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, uma redução face aos 1.766 de domingo, mas com menos 36.000 testes realizados, segundo os dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

As autoridades registaram também 16 mortes, que elevam o número total de óbitos para 35.851 desde o início da emergência sanitária em Itália, em fevereiro, enquanto o número total de contágios é de 311.364.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 33,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de