Gonçalo Guedes salta do banco para dar a vitória ao Valência sobre o Villarreal

Imprensa espanhola tem dado conta de choques entre o internacional português e o treinador Javier Gracia e de acusações de falta de empenho do jogador nos treinos, mas acabou por ser decisivo neste jogo.

O internacional português Gonçalo Guedes saltou do banco aos 66 minutos para dar a vitória ao Valência sobre o Villarreal, por 2-1, aos 90+2, na 26.ª jornada da I Liga espanhola de futebol.

O treinador espanhol Javier Gracia, com quem Gonçalo Guedes tem "andado às turras", lançou o jogador luso aos 66 minutos, a render o avançado Alejandro Blanco, numa altura em que a sua equipa perdia por 1-0, decisão que se revelaria vital para a sua equipa consumar a reviravolta no marcador.

O Villarreal adiantou-se no marcador à beira do intervalo, aos 40 minutos, pelo avançado Gerard Moreno, na marcação de um penálti, vantagem que manteve até aos últimos minutos da partida, quando foi assinalado outro penálti, desta vez a favor do Valência, cobrado com êxito por Carlos Soler, aos 87.

Quando o empate parecia incontornável, eis que Gonçalo Guedes aproveita a oportunidade para deixar a sua marca e dar os três pontos à sua equipa, aos 90+2, após assistência do médio uruguaio Christian Oliva.

De referir que Guedes nem saiu do banco nos dois jogos anteriores para a I Liga e perdeu o estatuto de titular, sendo muitas vezes suplente utilizado, numa época que não está a correr-lhe de feição quando se aproxima a fase final do Euro2020.

A imprensa espanhola tem dado conta de choques entre ele e o treinador Javier Gracia e de acusações de falta de empenhamento do internacional português nos treinos, mas esta sexta-feira acabou por ser decisivo para o triunfo do Valência, que subiu ao 11.º lugar, com 30 pontos, enquanto o Villarreal segue em sétimo lugar, com 37.

A I Liga é liderada pelo Atlético Madrid, que recebe no domingo o Real Madrid, no jogo mais importante da 26.ª jornada, com 58 pontos (24 jogos), seguido do FC Barcelona e da equipa merengue, ambos com 53 (25), e do Sevilha, com 48 (24).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de