GP de Portugal em Moto GP sem público após organização "inaceitável" da F1

Primeiro-ministro deixou críticas à organização da prova de Formula 1 em Portimão.

O Grande Prémio de Portugal de Moto GP, entre 20 e 22 de novembro em Portimão, não terá público, anunciou hoje o primeiro-ministro, no final de um conselho de ministros extraordinário, no âmbito da resposta à pandemia de Covid-19.

"Já foi comunicado ao promotor que o Grande Prémio de motos não terá público, porque está revelada a incapacidade de organizar eventos com publico. Não podemos voltar a correr riscos, e, portanto, não está autorizado", afirmou António Costa.

O chefe do Governo referia-se ao Grande Prémio de Fórmula 1, que se realizou no último fim de semana no mesmo circuito e às imagens divulgadas de concentrações de pessoas nas bancadas sem distanciamento nem máscaras.

"O que passou no Grande Prémio de Portugal é absolutamente inaceitável e irrepetível", disse António Costa, referindo que a prova automobilística decorreu ao contrário do que se observou em atividades de âmbito cultural, político e desportivo, em que "tudo foi bem organizado, as regras foram cumpridas e não houve problemas".

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de