Grosjean agradece apoio após acidente violento. "Sem halo não estaria aqui"

O piloto da Haas escapou com queimaduras em ambas as mãos do acidente durante o Grande Prémio do Bahrein de F1.

Romain Grosjean, agradeceu o apoio recebido após ter sofrido um violento acidente durante o Grande Prémio do Bahrein de Fórmula 1. O piloto franco-suíço despistou-se no início da corrida, embatendo com violência nos railes de proteção do circuito. Com o choque, o carro partiu-se literalmente ao meio e incendiou-se.

A prontidão dos comissários de pista e dos médicos da prova e também dos sistemas de segurança do carro salvaram a vida do piloto. Grosjean foi transferido para um hospital militar e, através das redes sociais, deixou um agradecimento aos fãs.

"Olá a todos. Só queria dizer que estou bem, mais ou menos bem. Obrigado pelas mensagens. Eu não era fã do Halo, mas sem ele não conseguiria estar aqui a falar com vocês hoje. Obrigado a todos os profissionais envolvidos no resgate e espero que possa voltar a responder as mensagens de vocês em breve" , pode ler-se na mensagem publicada por Grosjean.

O halo, como referiu Grosjean, é um dispositivo de segurança que foi introduzido pela FIA na Fórmula 1 com o objetivo de proteger a cabeça dos pilotos. Após o acidente e durante a interrupção da prova, o campeão do mundo Lewis Hamilton sublinhou que o risco dos pilotos "não é brincadeira", agradecendo os esforços da FIA em matéria de segurança.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de