Identificados pela PSP alguns dos adeptos que insultaram Marega

O comportamento dos adeptos suspeitos configura um crime punido com pena de prisão até cinco anos

A Polícia de Segurança Pública (PSP) já identificou alguns dos adeptos que insultaram Moussa Marega com cânticos e gritos racistas, no jogo entre FC Porto e Vitória de Guimarães, no domingo.

A identificação dos suspeitos foi possível graças às imagens de videovigilância, adiantou à TSF o porta-voz da PSP, o intendente Nuno Carocha, sem no entanto querer avançar o número de pessoas reconhecidas pela polícia.

O porta-voz da PSP, reconhece este é "um trabalho tecnicamente muito exigente", mas as diligências vão continuar e as autoridades esperam identificar mais adeptos.

A notícia foi inicialmente avançada pela TVI.

Na segunda-feira, o intendente Nuno Carocha, da PSP, tinha adiantado, à TSF, que a polícia já tinha em sua posse "as imagens do sistema de videovigilância e as constatações dos agentes no local" que permitem "investigar e apurar" os responsáveis pelos insultos racistas.

O comportamento dos adeptos suspeitos configura um crime previsto e punido no Código Penal com pena de prisão de seis meses a cinco anos.

Além da vertente criminal, a PSP acrescenta que tal comportamento de adeptos constitui contraordenação, pois "a prática de atos ou o incitamento à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos" pode ser punida com coima entre 1.000 e 10.000 euros.

No domingo, em Guimarães, durante um jogo da 21.ª jornada da I Liga de futebol entre o Vitória de Guimarães e o FC Porto, o avançado maliano dos dragões Moussa Marega abandonou o jogo, após ter sido alvo de cânticos e insultos racistas por parte de adeptos da equipa minhota.

Vários jogadores do FC Porto e do Vitória de Guimarães tentaram demovê-lo, mas Marega mostrou-se irredutível na decisão de abandonar o jogo, tendo acabado por ser substituído.

Notícia atualizada às 13h19

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de