"Incompetentes." Abílio Fernandes pede Assembleia Geral extraordinária no Sporting

Antigo vice-presidente do clube leonino está preocupado com a atual direção e espera mudanças rápidas.

O presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Rogério Alves, pode quebrar esta terça-feira o silêncio e anunciar se dá ou não seguimento ao pedido de Assembleia Geral extraordinária, levada a cabo pelo movimento "Dar Futuro ao Sporting". Rogério Alves vai ter de decidir se aceita os motivos apresentados para uma destituição por justa causa do Conselho Diretivo, liderado por Frederico Varandas.

Abílio Fernandes, antigo vice-presidente do clube leonino, fala sobre o ponto de situação em que os leões se encontram e também ele escolhe o caminho de uma Assembleia Geral. Desiludido com o rumo do Sporting, acredita que "o melhor seria que estes senhores que estão a dirigir o clube fossem embora, porque não estão lá a fazer nada".

O antigo vice-presidente dos leões lamenta que o Sporting esteja nas mãos destes "incompetentes, indivíduos que não têm a menor capacidade para gerir uma coletividade tão grande como esta".

As críticas a Frederico Varandas continuam e Abílio Fernandes garante que "um mau empregado do clube também não pode ser um bom patrão".

No jogo de segunda-feira frente ao Marítimo, o Sporting registou um dos números mais baixos de espetadores no estádio, com pouco mais de 12 mil adeptos nas bancadas. "Os sócios estão a abandonar o barco, não pagam quotas, não vão aos jogos", afirmou Abílio Fernandes. Uma situação que é "lamentável" para o antigo vice-presidente leonino.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de