Portugal bate a Chéquia e já lidera o Grupo B da Liga das Nações

João Cancelo e Gonçalo Guedes marcaram os golos em Alvalade. Ouça o Relato TSF e veja os golos.

Portugal bateu a Chéquia por 2-0, com golos de João Cancelo e Gonçalo Guedes e duas assistências de Bernardo Silva. Os golos foram apontados na primeira parte do encontro disputado em Alvalade.

Depois do jogo eficaz frente à Suíça, a seleção comandada pelo engenheiro Fernando Santos regressou a Alvalade para receber a Chéquia, em mais um compromisso para a Liga das Nações.

Para este encontro, o selecionador nacional reservou algumas surpresas para o onze inicial, promovendo a titularidade de Diogo Costa na baliza e também de Bernardo Silva e Gonçalo Guedes.

Na véspera do Dia de Portugal, os adeptos quiseram demonstrar o patriotismo e a paixão pela seleção, enchendo as bancadas de Alvalade, com muitos cachecóis e bandeiras.

Nos minutos iniciais, a equipa portuguesa instalou-se no meio campo adversário, testando um jogo interior. Na frente de ataque, Cristiano Ronaldo, que completa a 189.º internacionalização, era o homem mais seguido de perto pelos defesas checos.

A Chéquia, que não pôde contar com a estrela Patrick Schick, fazia valer a sua boa organização defensiva, com um bloco junto, para impedir a progressão de Portugal.

A seleção checa conseguiu assustar Diogo Costa, que teve de se aplicar para, antes da meia hora de jogo, evitar o primeiro golo do jogo. Mas a seleção nacional conseguiu mesmo furar a defesa e marcar.

Numa jogada pelo flanco direito, Bernardo Silva trocou as voltas a quem o marcava e fez um passe magistral para os pés de Cancelo. O lateral do City foi, com o Stanek pela frente, rematou para o fundo da baliza e deixou os 50 mil adeptos portugueses em delírio.

Cinco minutos depois, Rúben Neves descobriu Bernardo Silva sem marcação no meio dos defesas e o jogador do City viu a desmarcação de Gonçalo Guedes. O avançado entrou na área e rematou cruzado para o segundo golo de Portugal.

Na segunda parte, o selecionador checo fez três alterações e mudou o sistema tático para tentar anular a vantagem de Portugal no jogo. Aos 60 minutos, depois de uma perda de bola no meio campo nacional, os checos partiram em velocidade para o contra-ataque, mas acabaram por desperdiçar a oportunidade de reduzir a desvantagem no jogo.

Com vantagem confortável no jogo, Portugal não quis aumentar a pressão sobre o adversário, sabendo gerir o resultado. Fernando Santos foi fazendo alterações, com as entradas de Vitinha e Bruno Fernandes a animarem o jogo.

Onze de Portugal: Diogo Costa; Cancelo, Pepe, Danilo e Raphael Guerreiro; Bernardo Silva, William Carvalho e Rúben Neves; Gonçalo Guedes, Cristiano Ronaldo e Diogo Jota.

Suplentes: Rui Patrício, Rui Silva, Diogo Dalot, David Carmo; João Palhinha, João Moutinho, André Silva, Bruno Fernandes, Rafael Leão, Otávio, Nuno Mendes e Vitinha

Onze da Chéquia: Stanek; Zina, Brabec e Mateju; Coufal, Soucek, Sadílek e Havel; Lingr, kuchta e Hlozek.

Suplentes: Vaclík, Mandous, Jemelka, Kúdela, Kalvach, Pesek, Jurecka, Tecl, Cerny, Zeleny, Vlkanova e Král.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de