Ao quinto jogo pelo Flamengo, Jorge Jesus perdeu

Na noite - terrível - do seu 65º aniversário, o treinador português saiu derrotado por 2-0 na visita a Guayaquil, no Equador, para defrontar o Emelec, na sua estreia na Taça dos Libertadores da América.

"O jogo não nos correu bem", resumiu Jesus, "o Emelec foi muito agressivo, o árbitro permissivo e a nós faltou-nos qualidade nos corredores".

Um golo de Godoy aos 10 minutos e outro de Caicedo, que desviou no defesa flamenguista Renê, aos 80, fizeram o resultado.

Para agravar a situação dos brasileiros, Diego, jogador que passou pelo FC Porto em 2005, lesionou-se, com gravidade, aos 70 minutos, numa altura em que Jesus já havia esgotado as substituições. O Emelec, registe-se, também já jogava com 10 por expulsão de Vega.

A imprensa brasileira culpou Jesus pela derrota, disse que a equipa esteve perdida em campo, que se comportou como um bando, que jogou bagunçada e que o português escolheu mal o onze titular e ainda errou nas substituições.

Agora, o Fla terá de vencer em casa por uma diferença de três golos ou devolver o 2-0 para levar a eliminatória para penáltis, no Maracanã, na próxima quarta-feira. Sem o lesionado Diego nem os outros lesionados Arrascaeta e Everton Ribeiro, também muito influentes.

Mas Jesus está confiante: "Sabemos que no Maracanã, com um Maracanã lotado, vamos dar a volta a este resultado".

Pelo meio, ainda encara um dérbi, com o Botafogo, no próximo domingo, para o Brasileirão.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de