Bétis vence Portimonense e arrecada terceiro lugar da Copa Ibérica

A equipa venceu por duas bolas a uma.

Os espanhóis do Real Bétis garantiram este domingo o terceiro lugar na Copa Ibérica de futebol, ao vencerem o Portimonense por 2-1, na primeira edição do torneio quadrangular de pré-epoca que decorre na cidade de Portimão.

Os golos do Bétis foram apontados por Raúl, aos 18 minutos, e Joaquín, aos 52, tendo Paulinho reduzido para os algarvios, aos 71.

No estádio municipal de Portimão e disputado sob intenso calor, ambos os conjuntos dividiram o domínio do jogo nas duas metades do encontro.

A equipa algarvia manifestou algum cansaço físico, pois jogou menos de 12 horas depois de ter disputado o encontro da meia-final com os espanhóis do Getafe, enquanto o Bétis - jogou na sexta-feira com o FC Porto a primeira meia-final da prova - mostrou maior frescura física.

Os espanhóis entraram melhor na partida e, aos 18 minutos, colocaram-se em vantagem por intermédio de Raúl, com o avançado espanhol a aproveitar uma defesa incompleta do guarda-redes Gonda a um remate de Joaquín, que este domingo completou 38 anos de idade.

O veterano jogador espanhol, que antes do intervalo fez a bola embater no poste, ampliou a vantagem no início do segundo tempo, através de um livre direto, deixando o guarda-redes japonês ao serviço dos algarvios 'pregado' ao relvado.

As alterações introduzidas por António Folha, com as entradas de Jadson, Rómulo, Paulinho, Tabata, Anzai, Aylton Boa Morte e Iury deram maior consistência ao jogo dos algarvios, equipa que passou a ter maior tempo de posse de bola e a conseguir chegar com maior frequência à área adversária.

Num desses lances, Paulinho, aos 71, em jogada individual, rematou forte e colado de fora da área, reduzindo a desvantagem no marcador.

A final da Copa Ibérica vai ser disputada este domingo, por FC Porto e Getafe, num encontro marcado para as 20:30, também no municipal de Portimão.

O FC Porto venceu o Real Bétis (5-4) no desempate por pontapés da marca da grande penalidade, após uma igualdade (1-1) no final do tempo regulamentar, na primeira meia-final, enquanto o Getafe bateu, na segunda meia-final, o Portimonense, por 3-2, também no desempate por pontapés da marca da grande penalidade, após o nulo no final do tempo regulamentar.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de