Análise

Começar à grande

Pela quarta vez seguida os três grandes iniciam o campeonato a vencer, uma tendência recente que até contraria os números dominantes no século XXI.

A primeira jornada da liga portuguesa ficou marcada pelo pleno de vitórias dos três grandes.

Esta é quarta vez consecutiva que tal acontece: desde a época 2015/16 que Porto, Benfica e Sporting arrancam sempre a sua participação no campeonato com triunfos.

Mas ao contrário do que se possa pensar esta nem é uma tendência dominante, por exemplo em todo o século XXI. Até 2015/16 apenas numa ocasião sucedera este pleno dos grandes. Foi em 2006/07, anunciando um campeonato em que os três clubes chegaram à última jornada com possibilidades de chegar ao título.

E como a vez anterior em que os grandes ganharam todos na abertura da liga remontava a 1994/95, a atual sucessão de quatro temporadas seguidas com o pleno de vitórias de Porto, Benfica e Sporting na primeira ronda é especialmente significativa.

Vale ainda a pena acrescentar que no quadro descrito o maior mérito vai para o Sporting, que em três destes quatro arranques atuou na condição de visitante, enquanto Porto e Benfica jogaram três vezes em casa.

Finalmente, nota para a última ocasião em que um dos grandes não começou a liga a vencer: foi o Sporting, na temporada 2014/15, cedendo um empate (1-1) frente à Académica, em Coimbra.

Os leões eram então treinados por Marco Silva, e nesse jogo marcaram primeiro por André Carrilo (aos 15 minutos), mas permitiram a igualdade no minuto 90 (golo de Rafael Lopes).

  COMENTÁRIOS