Conquista do 37.º campeonato nacional é "vitória da verdade desportiva"

Luís Filipe Vieira deixou rasgados elogios a Bruno Lage, mas não esqueceu Rui Vitória, o treinador que deixou o clube sensivelmente a meio da temporada.

Dois dias depois da conquista do 37.º título de campeão nacional, o presidente do Benfica dirigiu-se aos adeptos para enaltecer que se trata da "vitória da verdade desportiva e da afirmação de uma estratégia vencedora".

Na mensagem escrita na newsletter do Benfica , Luís Filipe Vieira acrescenta que "a aposta na formação" vai permitir ao clube da Luz "ambicionar ainda mais para o futuro", um dos grandes objetivos traçados há vários anos pelo presidente dos vermelhos e brancos.

O líder dos encarnados fala numa "vitória foi justa e inequívoca", conquistada numa "2.ª volta absolutamente extraordinária, histórica e com números avassaladores".

"Ganhámos os dois jogos ao nosso mais direto rival. Ganhámos cinco e empatámos apenas um dos seis jogos contra FC Porto, Sporting e Sp. Braga. Igualámos o recorde de golos marcados da nossa história (103). Marcámos mais 29 golos do que o segundo classificado e tivemos o melhor marcador, Seferovic, com 23 golos", recorda Vieira.

O presidente do Benfica deixou elogios aos adeptos e à "forma incansável" como "apoiaram a caminhada rumo ao 37". "Foi um mar e uma onda vermelha impressionante de manifestação de orgulho Benfiquista, dando público testemunho sobre a força e a mística popular única do glorioso Sport Lisboa e Benfica", escreveu.

Os elogios ao presente e ao passado

Luís Filipe Vieira recordou uma "opção certa" no momento em que o Benfica decidiu apostar em Bruno Lage. Na opinião do presidente encarnado, o treinador "personificou na perfeição toda a cultura e filosofia que se procurou desde a primeira hora implementar com a aposta no Seixal, conciliando juventude e experiência para um projeto vencedor, mas com ambição europeia de futuro".

"O treino a treino, o jogo a jogo, a conquista dos adeptos e a confiança na plena afirmação da juventude ficarão para sempre na memória de todos nós", reiterou.

Rui Vitória, ex-técnico do Benfica que deixou de treinar a equipa sensivelmente a meio da temporada, não foi esquecido na hora dos agradecimentos. Vieira deixou "uma palavra de agradecimento" para o treinador "que conquistou vários títulos connosco ao longo dos últimos três anos".

O presidente do Benfica deixou ainda um "enorme elogio a dois símbolos do Benfica", Shéu Han e Luisão, que "entenderam iniciar um novo ciclo da sua vida, mas sempre ligados" ao clube.

No final da mensagem, Luís Filipe Vieira reiterou uma ideia que havia deixado na noite dos festejos: "Ganhando cinco dos últimos seis títulos da Liga reforçámos a hegemonia no futebol português e assim, com a solidez patrimonial e financeira que vivemos, temos a estabilidade e a força necessária para olhar o futuro com enorme confiança".

LER MAIS:

- "Hip, hip, ganhámos!" A celebração especial do histórico do Benfica Shéu Han

- Benfica vai investir em jogadores de grande nível

- A emoção do relato dos golos que tornaram o Benfica campeão nacional

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de