Mundial 2018

"Contra Portugal pensávamos que estava ganho"

Já lá vão dois anos desde a derrota com os portugueses, a França está de novo numa final e os erros cometidos no passado podem servir de exemplo para os gauleses.

"Já diz o ditado popular que casa arrombada trancas à porta." É desta forma que Paul Pogba fala da final do próximo domingo que irá ser disputada frente à seleção croata, em Moscovo, no Estádio Luzhniki.

O médio francês admitiu um otimismo exacerbado na final de há dois anos, o que lhes viria a sair caro com a derrota amarga, dentro da sua própria "casa", imposta pela seleção lusa.

"No Campeonato da Europa de 2016 contra Portugal pensávamos que já estava ganho. Não vou mentir: depois de vencermos a Alemanha, pensámos que íamos ganhar a final, depois de vermos o percurso de Portugal. A mentalidade na altura era diferente da atual. Agora estamos mais focados, queremos dar tudo e ganhar".

Com jogadores de classe mundial pela frente como Luka Modrić, Ivan Rakitić ou Mario Mandžukić, a seleção francesa terá que fazer um jogo perfeito para levar de vencida uma equipa que tem sido sensação na prova. O jogador que também é orientado por José Mourinho no Manchester United, diz não querer passar outras férias com o sabor da derrota e deixa uma promessa no ar: "Chegámos demasiado longe para deixar escapar agora o título."

  COMENTÁRIOS