Liga dos Campeões

FC Porto não é de topo europeu? "De facto não é. É de topo mundial."

Pellegrini considerou que o FC Porto não é uma equipa de topo europeu. Conceição não o deixou sem resposta.

Os dados para a visita do FC Porto a Roma estão lançados e Pellegrini, jogador dos giallorossi, pode ter cometido o erro de abrir as hostilidades.

PUB

Em declarações à Tele Radio Stereo, o jogador italiano considerou que "o FC Porto tem uma excelente equipa, mas não é de topo europeu. São fortes fisicamente, jogam bom futebol, correm muito e sabem bem o que querem. Vai ser complicado, mas queremos passar."

Sérgio Conceição não ficou propriamente agradado com as declarações e tratou de responder de forma concisa a Pellegrini. Em conferência de imprensa, o treinador portista foi claro: "Pellegrini diz que o FC Porto é uma excelente equipa, mas não é de topo europeu. De facto não é. É de topo mundial. No plano teórico podemos dizer muita coisa, mas o que conta é amanhã e a segunda mão. Os 90 minutos que vamos disputar em Roma e depois no Dragão, no final, uma equipa vai esfregar as mãos. Espero que seja o FC Porto."

Ausências não preocupam

Marega e Corona estão indisponíveis para o embate em solo italiano, algo que não preocupa o treinador português. Conceição diz mesmo que é para isso que lhe pagam.

"Não há amarras nenhumas. Sou pago para encontrar soluções, não para estar metido em problemas. Lesões e castigos fazem parte da época desportiva das equipas. Tenho de arranjar soluções", vincou o timoneiro azul e branco.

Marega, lesionado, está indisponível para a partida frente à AS Roma.

Se quanto à ausência de Marega - que está lesionado - não há nada a fazer, a situação de Corona já não é tão pacífica para o treinador português. A UEFA aplicou mais um jogo de castigo ao mexicano por este ter, alegadamente, provocado o cartão amarelo que lhe permitiria limpar as advertências no último jogo da fase de grupos, quando já tudo estava decidido.

"Não sei como a UEFA faz para avaliar o pensamento dos jogadores. Assim como tenho alguma dificuldade para perceber como um presidente possa adivinhar os sonhos dos jogadores. É difícil entender isso. Não compreendo esse castigo ao Corona. Seria mais um jogador e solução para nós. É importante ter o maior número de soluções possíveis", assumiu.

Corona viu o castigo que lhe foi aplicado ser alargado pela UEFA.

Quanto ao opositor, Conceição não entrou no mesmo jogo de Pellegrini. O treinador até elogiou os romanos, equipa que considerou "individualmente forte, com futebolistas muito interessantes e o terceiro melhor ataque do campeonato italiano, o que não é coisa pouca em Liga tão exigente." Ainda assim, escolheu como principal preocupação a "dinâmica coletiva" do seu adversário.

"Faz parte do ADN das formações italianas serem consistentes a nível defensivo. Temos de ser uma equipa sólida, consistente, agressiva na forma de jogar com e sem bola, como nas provas internas. Parte do nosso sucesso passará pela consistência defensiva perante a qualidade individual na parte ofensiva da Roma. E vamos procurar a baliza adversária para fazer golos, pois isso seria importante", avisou.

O holandês Danny Makkelie é o árbitro do jogo de terça-feira entre a Roma e o FC Porto, da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, que se disputa no estádio olímpico de Roma, a partir das 20h00 de Lisboa.

A segunda mão agendada para 6 de março, no Estádio do Dragão.

  COMENTÁRIOS