Insólito

Federação Argentina de Futebol dá dicas para... seduzir as mulheres russas

Num guia de "Idioma e cultura russa" lançado esta terça-feira pela Federação Argentina de Futebol, existia um capítulo dedicado a "o que fazer para ter alguma oportunidade com uma mulher russa".

A Federação Argentina de Futebol (AFA) está a ser alvo de críticas, depois ter publicado esta terça-feira, um manual com informações sobre a Rússia (país organizador do Mundial2018), que continha conteúdos "machistas".

A razão da polémica relaciona-se com o facto de haver um capítulo com oito pontos, referente ao " que fazer para ter alguma oportunidade com uma mulher russa". Estes manuais foram distribuídos nas instalações da AFA, durante uma formação destinada a adeptos, jogadores, treinadores, dirigentes e jornalistas que vão estar no Campeonato do Mundo de futebol, que realiza-se entre 14 de junho e 15 de julho, na Rússia.

Segundo o jornal desportivo espanhol "Marca", os manuais foram retirados a quem estava presente nas instalações da AFA, e foi depois entregue uma nova versão sem as páginas relativas ao capítulo contestado.

Apesar de terem sido eliminadas as páginas com o capítulo que estava a ser criticado, houve jornalistas presentes que conseguiram fotografar o documento original.

Os pontos do capítulo "O que fazer para ter alguma oportunidade com uma mulher russa", dão os seguintes conselhos:

"Não faças perguntas típicas, sê original, normalmente elas (mulheres russas) gostam de conhecer-te, dá alguma informação sobre ti. Lembra-te que muitas delas não conhecem o teu país, assim tens uma vantagem sobre os homens russos, és novo no país e diferente. Tem confiança em ti" ou " As mulheres russa gostam que os homens tenham iniciativa, se não tens confiança em ti mesmo, então necessitas de praticar falando com mais mulheres", entre outros.

Entretanto esta quarta-feira a Federação Argentina de Futebol já veio expressar, através de um comunicado de imprensa, "as mais sinceras desculpas aos que foram afetados pela publicação", e informa ter aberto uma investigação interna para apurar responsabilidades. A AFA diz ainda que o "material entregue foi erroneamente impresso" e que trata-se de um " erro involuntário".

"O Departamento de Educação da Associação de Futebol Argentino informa que após uma investigação interna efetuada a respeito do sucedido no dia de ontem na jornada de Idioma e Cultura Russa, concluiu-se que parte do material entregue foi erroneamente impresso. O docente responsável pelo curso selecionou informação para dar aos assistentes e, infelizmente no momento da impressão do mesmo, devido a um erro involuntário, foi incluído um texto que nunca fez parte do manual. Este (professor) avisado pelo pessoal administrativo do Departamento, procedeu à retirada do manual de forma imediata. Lamentamos este equívoco tenha ofuscado a importância do dia e da atividade educativa permanente oferecida pela AFA, expressando as nossas mais sinceras desculpas aos que foram afetados pela publicação, a qual de nenhuma maneira reflete o pensamento da Federação Argentina de Futebol, nem do seu presidente Claudio Tapia ou de qualquer um dos seus diretores.", pode ler-se na nota divulgada pela AFA na sua página oficial da internet.