Fernando Santos:"Quando os génios desaparecem fica sempre um vazio"

O selecionador nacional de Portugal Fernando Santos reagiu à morte de Johan Cruyff .

"É um sentimento de perda. De alguém que há 61 anos vê futebol e que se habituou a ver esse senhor a passear classe nos relvados. Algumas vezes com alguma tristeza, por algumas equipas nossas, nessa altura. Mas quando os génios desaparecem fica sempre uma sensação de vazio. Acho que é isso que todos sentimos", disse o selecionador nacional.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de