Hóquei em patins

Portugal assume comando do Grupo A, ao golear Áustria

Portugal volta a golear no europeu de hóquei patins que está a decorrer na Corunha.

A seleção portuguesa de hóquei em patins somou esta quarta-feira a terceira goleada no Grupo A , da 53.ª edição do Europeu, em três embates, ao superar a Áustria por 15-1, em encontro da quarta jornada, na Corunha, em Espanha.

João Rodrigues (contratado pelo FC Barcelona ao SL Benfica, neste verão), que havia apontado seis golos no primeiro jogo e quatro no segundo, voltou a ser o melhor marcador da formação das 'quinas', agora com cinco. Gonçalo Alves (FC Porto), com três, Hélder Nunes (FC Porto), com três, Vítor Hugo (Sporting), com dois e Rafa (FC Porto), com dois, marcaram os outros.

Portugal, apurado desde a terceira ronda, na qual folgou, segue com os mesmos nove pontos da França, com quem discutirá na quinta-feira, às 21h00, a vitória no Grupo A, sendo que lhe basta o empate, pois tem melhor diferença entre golos marcados (33) e sofridos (2).

No final do jogo, Hélder Nunes lamentou o golo sofrido:

"No começo do jogo, sabíamos as dificuldades que íamos encontrar, que tínhamos de trabalhar para crescer mais um bocado na competição. Foi um jogo bem conseguido da nossa parte, foi pena o golo que sofremos, com uma infelicidade, em que a bola bate num jogador nosso. Penso que amanhã (quinta-feira) estaremos mais fortes."

O camisola 7 disse ainda não pensar no jogo dos quartos de final e que para já apenas estão focados no jogo com a França."Não pensamos nos quartos de final, pensamos jogo a jogo. A França é o próximo adversário, queremos ficar em primeiro lugar do grupo e é nisso que estamos focados", rematou o médio portista.

O selecionador português Luís Sénica rejeitou a ideia de que este Europeu esteja a ser um passeio para Portugal. "Não quero partilhar essa análise de estar a ser um passeio. Somos sérios e dignos no trabalho, compreendo pelos números. Nos três jogos, nunca fomos obcecados em golear, mas sim em trabalhar bem e crescer e há mérito no trabalho que temos feito."

O técnico da equipa das quinas disse que gostaria de ter um pouco de reconhecimento pelo trabalho feito, ao serviço desta seleção."Há um compromisso de melhorar jogo a jogo, os índices físicos e técnico-tácticos em cada jogo. De amanhã (quinta-feira) para a frente, as coisas têm outro panorama e estamos crentes que vamos estar melhor. Gostaria de ter um bocadinho de mérito por esta seleção".

Por último, Luís Sénica destaca o embate com os franceses, seleção à qual faz rasgados elogios, dizendo que é o grande jogo do grupo A. "É o jogo chave do grupo, mantenho o que disse. Esta França não é surpresa para ninguém, tem os seus fundamentos, está muito perto das três grandes da Europa e joga um hóquei de qualidade. Tem três jogadores em Espanha, vai meter dois em Portugal no próximo. Há uma estratégia de evolução da França que temos de saber aplaudir, mas também temos que saber contrariar com o que fazemos", finalizou o selecionador nacional.



  COMENTÁRIOS