João Tomás considera «incoerente» não ter sido convocado para a selecção

João Tomás, avançado do Rio Ave, teceu este sábado duras críticas a Paulo Bento, acusando-o de «incoerência» e «falta de coragem» por não o ter convocado.

«Nota-se uma grande incoerência entre aquilo que o seleccionador diz e aquilo que faz. Se tivéssemos muito goleadores em Portugal era normal que houvesse dificuldades em escolher os melhores», disse o avançado, de 35 anos, em declarações à Sport TV, após o jogo com Sporting de Braga a contar para a Liga portuguesa de futebol.

João Tomás acrescentou que Paulo Bento «demonstrou falta de coragem em não chamar o melhor marcador português do último campeonato» e sublinhou que, fosse quem fosse, «esse jogador teria de ser chamado, mesmo que depois não jogasse».

O experiente avançado disse ainda que «talvez para algumas pessoas possa ser considerado um embaraço chamar-se à selecção um jogador do Rio Ave», mas recordou que, «actualmente, são convocados, frequentemente, jogadores que já passaram por este clube».

Apesar da insatisfação, João Tomás concluiu: «Espero que a nossa selecção possa ter os maiores êxitos e atinja os objectivos, independentemente de quem lá está».

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de