Expulsão no início do jogo não trava Sporting. Leões vencem e seguram 3.º lugar

O Sporting venceu o Desportivo das Aves por 3-1, apesar de ter estado a jogar com menos um jogador desde os quatro minutos de jogo. Veja o lance da expulsão e os golos.

Quem chegou atrasado ao jogo perdeu um dos lances que fica para a história da partida. Logo aos 4 minutos de jogo, Renan Ribeiro foi expulso por travar Luquinhas em falta fora da área, após um desentendimento na defesa leonina que deixou o avançado do Aves perto do golo. O árbitro Artur Soares Dias não teve dúvidas, mostrou o cartão vermelho ao guarda-redes do Sporting e deixou os leões reduzidos a 10.

Mesmo a jogar com menos um jogador, os leões mantiveram-se por cima no jogo e, aos 24 minutos, inauguraram o marcador. Luiz Phellype aproveitou o cruzamento de Acuña e marcou de cabeça. É o quarto golo do substituto de Bas Dost nos últimos três jogos do campeonato.

E, à meia hora de jogo, comprovou-se que os guarda-redes do Sporting estavam a viver um dia negativo. Depois da expulsão de Renan, Salin fez falta na grande área. Claudio Falcao, no momento da verdade, manteve a calma e fez o empate para o Desportivo das Aves.

Ainda antes do intervalo, os leões voltam a colocar-se em vantagem. Ao contrário do que todos esperavam, Bruno Fernandes cruzou em vez de rematar, Wendel recebeu e tentou colocar a bola na baliza, mas bateu mal e o esférico encontrou o pé esquerdo do defesa francês, que fez golo. Estava feito o 1-2.

Aves mexeu (finalmente) na equipa

Foi preciso começar a segunda parte para Augusto Inácio desfazer a linha de cinco defesas que fez alinhar no início da partida. Mesmo depois de estar a jogar com mais um, o Aves manteve-se a jogar com três centrais. Só no regresso do intervalo é que os avenses mudaram o estilo de jogo.

Além das mudanças técnicas, o Desportivo das Aves veio disposto a arriscar mais e foi possível comprová-lo nos primeiros minutos da segunda parte e nas iniciativas da equipa da casa.

Num lance de contra-ataque, depois de um erro de Luquinhas, Raphinha teve uma das melhores possibilidade de aumentar a vantagem para o Sporting, mas falhou na cara do guarda-redes. Mérito para Beunardeau.

A equipa de Augusto Inácio procurou insistentemente o empate e pressionou o Sporting, o que deixou os leões mais longe da baliza de Beunardeau durante bastante tempo.

Apesar das tentativas do Desportivo das Aves, o suspeito do costume chegou para tranquilizar o Sporting, aumentando a vantagem dos leões para 3-1. Bruno Fernandes marcou de cabeça, mais um do médio mais goleador da Europa. Só esta época, o jogador leonino já marcou 25 golos, 16 deles no campeonato. É o segundo melhor marcador da Liga.

Já ao cair do pano, os avenses ainda marcaram por Derley, contudo o golo foi anulado por uma falta no início da jogada.

Veja o lance da expulsão:


Veja os golos:

Onze do Desportivo das Aves: Beunardeau; Ponck, Galo e Jorge Fellipe; Rodrigo, Vítor Gomes, Falcao, Fariña e Mato Milos; Luquinhas e Derley.

Onze do Sporting: Renan; Ristovski, Coates, Mathieu, Acuña; Bruno Fernandes, Gudelj e Wendel; Raphinha, Luiz Phellype e Jovane.

Suplentes do Aves: André Ferreira, Defendi, Rúben Oliveira, Braga, Diallo, Faye, Varela.

Suplentes do Sporting: Salin, Ilori, Diaby, Francisco Geraldes, Marques, Bruno Gaspar, Doumbia.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de