Lionn declara em tribunal que César Boaventura tentou comprá-lo

Caso remonta a 2015/2016, quando o defesa brasileiro representava o Rio Ave.

O futebolista Lionn afirmou, em tribunal, que o empresário César Boaventura o tentou aliciar antes de um jogo entre o Benfica e o Rio Ave, clube que representava na época 2015/2016.

O defesa brasileiro, que atualmente representa o Desportivo de Chaves, fez esta afirmação no Tribunal de Esposende, sendo que o jornal Expresso teve acesso ao depoimento.

Nas suas declarações, o futebolista acrescenta que, para além dele, tmabém o guarda-redes Cássio e o defesa Marcelo terão sido aliciados por César Boaventura.

O resultado do jogo em causa foi um 1-0 que valeu a vitória ao Benfica. Lionn não alinhou nessa partida, uma vez que estava lesionado.

Ao Expresso, César Boaventura já garantiu que as acusaçõse são completamente falsas e que, por isso, vai processar Lionn. O empresário avisa mesmo: "Ele [Lionn] vai ter de provar em tribunal o que disse."

Além deste aviso, Boaventura adianta também que toda esta situação não é mais do que um esquema "montado por alguns jogadores com algumas pessoas do FC Porto e com o Bruno Carvalho [ex-presidente do Sporting]. Esses jogadores acabaram por ser contratados por clubes com ligações a FC Porto e Sporting."

Continuar a ler