Luz arrisca quatro jogos à porta fechada. Benfica contra-ataca com providência cautelar

Queixa do Sporting relativa à época 2016/2017 está na origem da decisão.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decretou, esta terça-feira, a interdição do estádio da Luz por quatro jogos. A esta decisão, junta-se ainda uma multa de 28 mil euros às águias.

Esta penalização era passível de recurso, bastando aos encarnados a apresentação de um recurso no Tribunal Arbitral do Desporto e a entrega de uma providência cautelar no Tribunal Central Administrativo ou no próprio TAD. A equipa da Luz já apresentou uma providência cautelar no TAD.

Num comunicado divulgado no seu site oficial , os benfiquistas consideram "totalmente inaceitáveis e injustificáveis as razões invocadas para tal decisão" e mostram-se convictos de que conseguirão "fazer valer" as suas razões no decurso deste processo.

Na origem desta decisão está uma queixa apresentada pelo Sporting CP, na qual acusava os encarnados de apoiarem claques não legalizadas em sete jogos da Primeira Liga na época 2016/17.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de