FPF

Madaíl acusa Queiroz de falta de respeito

O antigo presidente da FPF disse à RTP que Carlos Queiroz está convencido que tem sempre razão, e na troca de argumentos com Amândio de Carvalho considerou mesmo que houve falta de respeito.

«A atitude que teve relativamente a um vice-presidente da Federação [Portuguesa de Futebol], isso foi a razão de termos feito cessar o contrato que tinhamos com ele [Carlos Queiroz]», revelou Gilberto Madaíl, acrescentando que «foi uma falta de respeito, mas isso está dentro das características daquilo que é o professor Carlos Queiroz, que está sempre convencido que tem razão».

Nestas declarações à RTP, o antigo presidente da Federação lançou também críticas a outros dois seleccionadores. A Scolari por nunca ter convocado Vítor Baía, e novamente a Paulo Bento pela forma como recusa o regresso de Bosingwa à selecção nacional.