Futebol

Miguel Veloso "orgulhoso" por regressar à seleção portuguesa

Com a chegada de Fernando Santos, o jogador do Dínamo Kiev perdeu espaço na equipa e esteve mesmo um ano sem ver o seu nome na lista dos convocados. "Não penso no passado, penso em viver o presente e o futuro e agarrar esta oportunidade", diz o jogador.

O médio Miguel Veloso, que regressou à seleção portuguesa de futebol após quase um ano de ausência, disse hoje querer aproveitar a oportunidade dada por Fernando Santos e assumiu ter sido "difícil" assistir por fora aos jogos da equipa.

"Foi difícil estar de fora. Quando estamos de fora, parece que o coração bate mais forte", afirmou Miguel Veloso, numa roda de imprensa realizada no hotel em que a seleção está instalada, em Cascais.

Com a chegada de Fernando Santos, o jogador do Dínamo Kiev, que era habitual presença nas escolhas do antigo selecionador Paulo Bento, perdeu espaço na equipa e esteve mesmo um ano sem ver o seu nome na lista dos convocados.

"Quero aproveitar para ajudar Portugal a alcançar os seus objetivos. É um orgulho estar aqui. Não penso no passado, penso em viver o presente e o futuro e agarrar esta oportunidade", referiu.

Com as ausências de João Moutinho, Fábio Coentrão e William Carvalho, devido a lesão, e Tiago, por castigo, Portugal vai apresenta nos próximos dois jogos um meio-campo totalmente renovado, em que poderá aparecer Miguel Veloso e também Bernardo Silva.

Portugal começou esta segunda-feira a preparar o particular com a França, a disputar na sexta-feira, no Estádio José Alvalade, e o confronto com a Albânia, três dias depois, em Elbasan, em jogo do Grupo I de qualificação para o Europeu de 2016.

A equipa das 'quinas' lidera o agrupamento com 12 pontos, mais dois do que a Dinamarca, que é segunda classificada, em igualdade pontual com a Albânia, terceira, mas com menos um jogo disputado.