Futebol

Moreirense faz história e vence Taça da Liga

Um golo de Cauê, de grande penalidade e ao cair da primeira parte, valeu ao Moreirense a conquista do troféu, pela primeira vez na história do clube.

Um golo de Cauê em cima do intervalo garantiu este domingo ao Moreirense a conquista da Taça da Liga de futebol, o primeiro grande título do clube minhoto, num triunfo merecido sobre o Sporting Braga, por 1-0.

No Estádio Algarve, o médio brasileiro converteu com sucesso uma grande penalidade, aos 45+1 minutos, e entrou para a história do emblema de Moreira de Cónegos, que até hoje, nos seus 79 anos de história, o máximo que tinha alcançado foi a conquista da II Liga por duas vezes.

Além do penalti, Cauê ganhou justamente o prémio de melhor jogador da final, já que, com a ajuda de Fernando Alexandre, dominou por completo a luta a meio-campo, perante um Sporting de Braga que se apresentou sem intensidade de jogo e com um vazio enorme a nível da construção de jogadas ofensivos.

Na única grande oportunidade dos bracarenses em toda a partida, já nos minutos finais, o guarda-redes Makaridze impediu o golo do empate e reforçou o seu estatuto de herói na caminhada do Moreirense até ao título, depois de grandes exibições frente a FC Porto, na fase de grupos, e Benfica, nas meias-finais.

17 anos depois de ter levado o Sporting ao título de campeão nacional, acabando com uma 'seca' de quase duas décadas dos 'leões', Augusto Inácio, a horas de completar 62 anos de idade, voltou a conquistar um título em Portugal, isto numa temporada em que regressou aos bancos, após três épocas de ausência.

Na final da 10.ª edição da Taça da Liga, a primeira sem a presença de um 'grande', o Moreirense juntou-se ao Sporting de Braga, Benfica e Vitória de Setúbal na lista dos vencedores e, pela primeira vez, vai poder festejar um título numa competição em que entram os principais emblemas nacionais.

A formação de Moreira de Cónegos, que luta pela manutenção na I Liga, vai regressar ao Minho como um justo vencedor, já que, em praticamente toda a partida, foi melhor que o seu rival e demonstrou sempre mais ambição.

Perante cerca de sete mil espetadores, só nos últimos 10 minutos e nos descontos é que o Sporting de Braga fez subir as suas linhas e meteu mais jogadores na área adversária, muito pouco para uma equipa que aparece entre os primeiros do campeonato nacional e que entrou em campo com o estatuto de favorito.

Pela negativa, o jogo ficou marcado por um incidente. Nos festejos do golo, dois jogadores do Moreirense foram atingidos por petardos vindos da bancada dos adeptos do Sporting de Braga, mas acabaram por sair ilesos.