Morreu Johan Cruyff

De acordo com o site oficial e o Facebook do antigo jogador e treinador holandês, Cruyff morreu em Barcelona, junto da família. Tinha 68 anos e foi vítima de cancro.

Johan Cruyff, tido como um dos maiores do futebol mundial, foi uma peça fundamental da seleção da Holanda ao tempo da chamada "laranja mecânica", durante a década de 70. Foi também treinador, notabilizando-se, sobretudo, no Ajax e no Barcelona.

Em outubro, Cruyff anunciou que lhe fora detetado um cancro nos pulmões.

A notícia da morte foi avançada esta quinta-feira no site do jogador e nas redes sociais.

Cruyff é considerado um dos melhores jogadores de sempre, proporcionando momentos marcantes ao futebol mundial.

Apesar de não ter inventado o famoso penálti a dois toques, foi ele que o imortalizou. A jogada ficou para a História como "penálti à Cruyff".

A 5 de dezembro de 1982, alinhando pelo Ajax, o avançado holandês é chamado a converter uma grande penalidade frente ao Helmond Sport. Johan Cruyff com um toque para esquerda passa a Jesper Olsen que lhe devolve a bola e Cruyff finaliza.

Da carreira de um dos maiores do futebol mundial, há várias etapas que se destacam. Foi distinguido três vezes com a Bola de Ouro (1971/72 e 74). Em 1999 foi votado como o Melhor Jogador Europeu do Século.

Cruyff fazia parte da seleção holandesa que, em 1974 chegou à final do Campeonato do Mundo, tendo sido derrotada na final pela Alemanha. Foi considerado o melhor jogador do torneio.

É um dos nomes mais importantes da história do Ajax, onde venceu a Taça dos Campeões Europeus por três vezes. Como treinador, voltou a ganhar a Taça dos Campeões pelo Ajax, e no Barcelona, onde também jogou, conseguiu conquistar a primeira Taça dos Campeões, em 1992.

As reações à morte do jogador já começaram a surgir nas redes sociais.

No Dia do Pai, há cinco dias, o filho Jordi Cruyff prestou-lhe homenagem no Twitter.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de