Mundial 2018

Já se sabe quem vai arbitrar a final do Mundial 2018

Nestor Pitana foi o árbitro nomeado pela FIFA para dirigir a final do Mundial 2018. O argentino fecha o Mundial, depois ter estado no jogo de abertura, onde a Rússia goleou a Arábia Saudita por 5-0.

O argentino Nestor Pitana, que já dirigiu o França-Uruguai dos quartos de final, foi o escolhido para arbitrar a final do Mundial2018 de futebol, entre França e Croácia, anunciou a FIFA, esta quinta-feira.

Além do embate entre franceses e uruguaios, que os gauleses venceram por 2-0, Pitana já dirigiu outros três jogos: o de abertura, no qual a Rússia goleou a Arábia Saudita por 5-0, o México-Suécia, também da fase de grupos e que os suecos venceram por 3-0, e o Croácia-Dinamarca, dos oitavos de final, que os croatas venceram por 4-3 nas grandes penalidades, depois de 1-1 no tempo regulamentar e prolongamento.

O Nestor Pitana passará a ser o segundo árbitro a apitar o jogo inaugural e o jogo da final de um mesmo mundial. O primeiro a fazê-lo foi também foi um argentino: Horacio Elizondo, no Mundial 2006, na Alemanha.

Elizondo arbitrou o jogo de abertura, entre germânicos e costa-riquenhos, que terminou com vitória dos anfitriões, por 4-2, e apitou a final, entre Itália e a França, que só acabou decidida através do desempate nas grandes penalidades, com a vitória a sorrir para os italianos, que conquistavam assim, o seu 4.º Campeonato do Mundo de futebol.

Os golos desse jogo, foram marcados no tempo regulamentar, primeiro pela França, através de Zidane aos 7', de grande penalidade, e depois pela Itália, que viria a repor a igualdade no marcador, por intermédio de Materazzi.

Curioso que os dois jogadores, que apontaram os golos das suas equipas, protagonizaram um dos episódios mais marcantes nos Mundiais do futebol. Essa final ficou marcada pela cabeçada de Zidane no peito de Materazzi, já no no prolongamento (110'), que originou a expulsão do francês, que despediu-se da seleção francesa, da pior forma possível.

A final do campeonato do mundo está marcada para as 16h00 (hora de Lisboa) de domingo, no estádio Luzhniki, em Moscovo.

Entretanto, o iraniano Alireza Faghani vai dirigir o jogo de atribuição do terceiro lugar entre a Inglaterra e a Bélgica, sábado, às 15h00, em São Petersburgo.

  COMENTÁRIOS