Mundial 2018

"Nós temos a vantagem de ser um outsider", diz Villas-Boas

Portugal integra o Grupo B do Mundial2018, que vai ser disputado na Rússia entre 14 de junho e 15 de julho, juntamente com Espanha, Marrocos e Irão.

O treinador português de futebol André Villas-Boas apontou hoje que Portugal tem vantagem no Mundial2018 por ser um 'outsider'.

"Nós temos a vantagem de ser um 'outsider', nunca esperam que ganhemos o Mundial e com esse estatuto chegámos sempre longe", afirmou o técnico português, em declarações à agência noticiosa EFE, em Belém, na Cisjordânia, onde visitou a título particular um centro desportivo.

Portugal integra o Grupo B do Mundial2018, que vai ser disputado na Rússia entre 14 de junho e 15 de julho, juntamente com Espanha, Marrocos e Irão, numa competição a que chega com o estatuto de campeão continental.

"Ganhámos o Europeu e a nossa ambição é estarmos entre os quatro primeiros na Rússia, que é o que dignifica a nossa equipa, dignifica o Cristiano [Ronaldo], que é o melhor jogador do mundo, e dignifica o nosso país. Essa é a nossa ambição, chegar às meias-finais e sonhar com a chegada à final", sublinhou.

O antigo treinador de Académica, FC Porto, Chelsea, Tottenham, Zenit São Petersburgo e Shangai SIPG enalteceu a importância do título europeu para o futebol luso.

"Foi muito importante para nós termos ganhado o Europeu e isso vai dar-nos outros 20 anos de uma geração muito forte. O trabalho dos jovens é muito bom e pode ser que algum dia esse Mundial chegue", referiu Villas-Boas, que considerou "obrigatória" a presença na competição do brasileiro Neymar, atualmente a recuperar de uma intervenção cirúrgica.

Questionado sobre o seu futuro, o técnico de 40 anos, que no recente Dakar2018, admitiu que há possibilidade de treinar em Espanha, mas foi evasivo na resposta: "Agora vai abrir o mercado de treinadores, que é sempre agitado em abril e há que esperar para ver o que se passa. Não tenho pressa, tenho de escolher algo que me entusiasme".

  COMENTÁRIOS