Neymar regressou ao PSG, mas o futuro é uma incógnita

O brasileiro está a forçar a saída dos campeões franceses e em cima da mesa estava o regresso a Barcelona.

O brasileiro Neymar juntou-se esta quarta-feira à concentração do Paris Saint Germain, uma semana depois de os restantes futebolistas do clube francês iniciarem os treinos.

A chegada do avançado brasileiro à capital francesa durante a manhã de hoje foi noticiada pela comunicação social gaulesa, acrescentando que Neymar se deverá reunir com o diretor desportivo do clube, Leonardo, para explicar o regresso tardio.

Neymar, que foi contratado pelo clube ao Barcelona em 2017, por 222 milhões de euros, tem sido dado como possível reforço dos catalães, pelos quais alinhou durante quatro temporadas.

Por isso, a especulação em torno do futuro do craque brasileiro tem sido muita. Em declarações à RMC Sport, o treinador do PSG confirmou que Neymar pediu para sair, adiantando apenas que esse era um assunto "entre o clube o jogador".

De acordo com a imprensa brasileira e francesa, o pai e agente de Neymar já terá tido reuniões com responsáveis do Barcelona, com vista a um possível regresso. No entanto, o emblema parisiense tem se mostrado intransigente e rejeita uma proposta abaixo do que investiu.

A 8 de julho, data do regresso ao trabalho dos bicampeões franceses, o clube disse lamentar o atraso no regresso do brasileiro, assegurando que iria "tomar as medidas necessárias".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de