Liga

Rio Ave volta a ganhar com golo de Yazalde

O Rio Ave conseguiu uma importante vitória na fuga à despromoção em casa ao bater o V. Setúbal por 1-0. Yazalde voltou a ser decisivo ao marcar o único golo do encontro.

O Rio Ave bateu, este sábado, o V. Setúbal, por 1-0, com Yazalde, que foi emprestado pelo Sp. Braga ao clube nortenho em Janeiro, a voltar a dar três pontos à sua nova equipa, depois de também sido decisivo frente à Académica, também para a Liga.

No Estádio dos Arcos, o vila-condense Niquinha deu o primeiro sinal de perigo para o Rio Ave quando rematou ligeiramente ao lado da baliza de Milojevic.

Os sadinos responderam por Robson ainda na primeira parte, num lance que acabou por ser anulado por falta do central.

O Rio Ave ainda veio a dispor na primeira parte de mais uma boa oportunidade para abrir o marcar, quando Miguel Lopes, de fora da área, obrigou o guardião sadino a defesa vistosa.

Na segunda parte, o Rio Ave voltou a entrar melhor com Niquinha a rematar forte para defesa difícil de Milojevic, aos 53 minutos, sete minutos antes do golo de Yazalde, que surgiria na sequência de um canto de Fábio Coentrão.

Em desvantagem, o V. Setúbal tentou operar algumas alterações, contudo, acabou por ser o Rio Ave a terminar com sinal mais, uma situação que permitiu aos vila-condenses segurar esta precisa vantagem que a coloca em boa posição para fugir à despromoção.

Sob a arbitragem de Nuno Miguel Roque, de Coimbra, no Estádio dos Arcos, com a assistência de cerca de 1500 espectadores, as equipas alinharam da seguinte forma:

Rio Ave: Paiva, Miguel Lopes, Edson, Bruno Mendes, Rogério Matias, André Vilas Boas (Tarantini, 45), Niquinha, Delson, Fábio Coentrão (Livramento, 86), C andeias (Chidi, 71) e Yazalde.

Suplentes: César, Jorge Humberto, Tarantini, Evandro, Livramento, Chidi e Pedro Moutinho.

V. Setúbal: Milojevic, Janício, Robson, Auri, André Marques, Hugo, Ricardo Chaves (Bruno Gama, 68), Elias, Bruno Ribeiro (Zoro, 68), Leandro Lima e Joeano (Laionel, 63).

Suplentes: Pawel Kieszek, Jean Michel, Bruno Gama, Laionel, Moisés, Zoro e Carrijo.

Acção disciplinar: cartão amarelo para Robson (14), Rogério Matias (18), Joeano (57), Ricardo Chaves (56) e Bruno Gama (90+2).