FC Porto

Sérgio Conceição desvaloriza o facto de o Leixões jogar num escalão inferior

O técnico dos dragões assumiu estar à espera de um embate "perigoso", frente a uma equipa "muito apaixonada", desvalorizando o facto de esta militar num escalão inferior.

O treinador Sérgio Conceição revelou esta segunda-feira que, independentemente do Leixões "ser de um escalão inferior", sabe que o FC Porto vai ter grandes dificuldades no encontro dos quartos de final da Taça de Portugal em futebol.

O técnico dos dragões assumiu estar à espera de um embate "perigoso", frente a uma equipa "muito apaixonada", desvalorizando o facto de esta militar num escalão inferior.

"Esperamos um jogo difícil, com uma equipa de escalão inferior, o que não é sinónimo de facilitismo. Vai ser um jogo extremamente complicado, contra uma equipa que, no seu estádio, é sempre muito apaixonada, aguerrida e com vontade de satisfazer a exigência dos adeptos. Temos de dar o máximo para passarmos às meias-finais da Taça de Portugal, um dos nossos objetivos", salientou o treinador.

De acordo com Sérgio Conceição, trata-se de um "jogo perigoso porque é a eliminar".

"Temos de estar precavidos. Por vezes, há dias muito maus de umas equipas e dias muito bons de outras, isso acontece. O facto de ser de um escalão inferior às vezes nota-se pouco quando o árbitro apita", explicou.

Sérgio Conceição mostrou-se ainda bastante atento à equipa adversária e conhecedor do que o Leixões poderá apresentar, destacando alguns jogadores que podem fazer a diferença.

"O perigo pode vir pelo coletivo do Leixões. Sabemos que tem um ou outro jogador forte na frente - o avançado que é poderoso e tem feito golos -, também conheço o Erivaldo que estava na equipa B do Braga quando estive lá. O Evandro Brandão foi meu jogador no Olhanense, o Bura é um jogador importante nas bolas paradas. Existe o fator relacionado com um estádio que é mítico, no qual já joguei e sei que é difícil", lembrou ainda.

O treinador dos campeões nacionais abordou ainda as lesões de Maxi Pereira e Danilo e explicou a gravidade. Os dois jogadores saíram lesionados no clássico ante o Sporting e, segundo o técnico, não vão estar disponíveis para o jogo com o Leixões.

Ainda assim, o técnico negou que vá aproveitar esta partida para gerir o plantel e revelou também que Brahimi está em dúvida.

"A estratégia para o jogo, o adversário, o estado físico de alguns jogadores, tudo isso é colocado na balança para se escolher o melhor 'onze'. Não tem a ver com gestão do plantel. Maxi Pereira está fora, Danilo está fora. O Brahimi vamos ver como é que está a situação. Os outros estão em condições, depois veremos", disse.

Ainda durante a conferência de imprensa de antevisão da partida, Sérgio Conceição foi questionado acerca do tempo de paragem do internacional uruguaio e do médio português.

"Não sabemos bem. O Maxi ia hoje fazer um exame mais conclusivo, enquanto o Danilo sofreu uma entorse. No caso do Danilo, depende muito da recuperação do próprio jogador. Há jogadores que demoram duas semanas a recuperar, outros semana e meia. Vamos ver. Não existe um período definido", esclareceu.

Sérgio Conceição abordou ainda a possível utilização de Pepe e esclareceu a ausência de Sérgio Oliveira do encontro com o Sporting, apesar de ter viajado com a equipa para Lisboa.

"O Pepe vai definir a sua utilização durante os treinos. Não nos podemos esquecer que o Pepe esteve seis semanas parado e que chegou de uma equipa com ideias diferentes das minhas. Claro que existe o lado da experiência do Pepe, já não é um miúdo de 20 anos", afirmou o técnico.

O líder dos portistas lembrou, porém, que "no último jogo, esteve no banco e, se estava no banco, estava disponível para jogar. Ouvi muito burburinho".

"O Sérgio Oliveira não esteve no banco, porque não treinou como queria. O Mbemba é médio, lateral e central e o Pepe também pode jogar a médio. Por vezes, fala-se demais e atiram-se coisas para o ar sem saber. É preciso mais consciência. Já não estou a dizer isto em relação ao Pepe, mas estou a falar do jogo de Alvalade", finalizou.

O FC Porto, líder isolado da I Liga de futebol, joga esta terça-feira, no Estádio do Mar, às 19:30, com o Leixões, da II Liga, numa partida relativa aos quartos de final da Taça de Portugal.

  COMENTÁRIOS