Crise no Sporting

O balanço da GNR após o caos na Academia do Sporting

Os mais de 20 detidos vão começar a ser ouvidos depois das 14h00, desta quarta-feira, no Tribunal do Barreiro.

A GNR anunciou esta quarta-feira que efetuou 23 detenções, apreendeu cinco viaturas e recolheu depoimentos de 36 pessoas, entre jogadores, equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do Sporting, na sequência da invasão à academia do clube, em Alcochete.

Durante a tarde de terça-feira, cerca de meia centena de elementos, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia de Alcochete e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal de futebol, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic e membros da equipa técnica.

"No total, foram detidos 23 suspeitos, apreendidas 5 viaturas ligeiras, vários artigos relacionados com os crimes e recolhidos depoimentos de 36 pessoas, entre jogadores, equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do clube", diz a GNR, em comunicado.

Os detidos, que pernoitaram em postos da Guarda Nacional Republicana (GNR) na região de Setúbal, vão começar a ser presentes esta tarde a primeiro interrogatório judicial no Tribunal do Barreiro para aplicação de medidas de coação.