Valtteri Bottas conquista 'pole position' na milésima corrida de Fórmula 1

O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, conquistou a primeira 'pole position' da temporada ao ser o mais rápido na qualificação para o Grande Prémio da China de Fórmula 1, a milésima corrida do Mundial.

Bottas, líder do campeonato à partida desta terceira ronda com um ponto de vantagem sobre o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), campeão em título, bateu o seu companheiro de equipa por 0,023 segundos.

Em três qualificações já disputadas, é a segunda vez que a equipa germânica garante os dois lugares da primeira linha.

Bottas e Hamilton fizeram uma terceira e decisiva fase de qualificação (Q3) muito próximos, com uma diferença de 0,007 segundos antes da derradeira tentativa.

No entanto, o pentacampeão britânico não conseguiu melhorar o seu registo na última volta lançada, ao contrário do finlandês, que garantiu a sétima 'pole' da carreira, primeira de 2019.

"Não foi uma volta tão boa como queria mas foi boa e permitiu-me ficar com a 'pole'", comentou Valtteri Bottas, no final.

Já Lewis Hamilton enalteceu o "bom trabalho" do companheiro de equipa, confessando ter tido "que lutar com o carro ao longo de todo o fim de semana", pelo que "ainda há muito trabalho a fazer" até à corrida deste domingo.

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) bateu o seu companheiro de equipa, o jovem monegasco Charles Leclerc, por 0,017 segundos, numa segunda linha da grelha inteiramente da Ferrari.

Contudo, os dois pilotos da equipa italiana ficaram já a mais de três décimas de segundo dos dois Mercedes. "Parece que temos vantagem nas retas, vamos ver o que conseguimos fazer na corrida", apontou Vettel.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) foi o quinto, depois de ter falhado o início da última volta lançada por ter demorado demasiado tempo na saída das boxes. Terminou a 0,542 segundos de Bottas.

O francês Pierre Gasly (Red Bull) foi o sexto, mas já a 1,383 segundos do mais rápido.

O dia ficou ainda marcado pelo violento despiste do tailandês Alexander Albion (Toro Rosso), que chocou contra o muro delimitador do circuito na última sessão de treinos livres, antes da qualificação, e deixou o seu monolugar bastante danificado, ainda que sem consequências físicas para o piloto.

O GP da China de Fórmula 1 é a terceira corrida do Mundial de 2019, milésima da história do campeonato, que nesta altura é liderado por Valtteri Bottas (44), com um ponto de vantagem sobre Lewis Hamilton (43).

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de