Desporto

"Vamos procurar ganhar cada jogo que disputamos"

Selecionador nacional pretende que a equipa esteja fresca para o Mundial2018 e trabalhará para isso.

O Campeonato do Mundo2018 começa dentro de poucos dias e a preparação para a competição inicia-se esta terça-feira. Em entrevista à RTP, Fernando Santos relembrou a conquista do Euro2016, o objetivo de ganhar mesmo não sendo favorito e até a crise no Sporting.

"Não tenho nenhum dom especial de adivinhação", frisou quando recordado da afirmação em que disse que só viria de França no fim da competição, acrescentando que "tinha uma fortíssima convicção".

Na opinião do selecionador, Portugal é "seguramente um candidato" à vitória no campeonato do Mundo2018, apesar de não ser favorito.

"Portugal vai, como fez em todos os anos desde que cheguei à Seleção, e sempre ao longo da história Portugal, qualidade e ambição e sempre com o objetivo que é ganhar. É isso que vamos continuar a fazer, procurar ganhar cada jogo que disputamos", disse.

O selecionador apontou Brasil, Argentina, Espanha, Alemanha e França como as seleções favoritas, mas a esperança continua presente. "Depois dessas equipas, aparecemos nós. Tal como foi no Euro2016, Portugal é candidato a lutar pela vitória em todos os jogos. Portugal é candidato pelo valor da sua equipa, dos jogadores e pelo trabalho que tem feito. Mas não somos favoritos, a história prova isso", referiu.

Questionado sobre o tema que tem marcado a atualidade nacional - a crise no Sporting -, Fernando Santos garantiu que "para defesa dos interesses da Seleção Nacional, que tem uma prova muito importante a disputar, este assunto para mim terminou".

"Não vai fazer parte do léxico durante aquilo que será, a partir de amanhã, o meu foco e a minha concentração total que está focada no campeonato do mundo", assegurou o selecionador, dizendo ainda que não vai permitir que "que naquilo que são os momentos coletivos da equipa que este assunto possa interferir de alguma forma".

Haverá um plano físico e mental, dependendo dos jogadores e daquilo que jogaram durante o ano, mas para Fernando Santos "o mais importante é que mentalmente a equipa esteja fresca", já que é muito difícil que estejam em pleno fisicamente.

Reiterando que Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo, Fernando Santos explica que o que o craque português traz à equipa é fundamental, apesar de se saber que "sozinho não vai ganhar o jogo".

"Não tenho dúvidas nenhumas que vai aparecer bem. Para nós esta gestão do Real foi positiva e espero que também possa ser positiva para nós", reforçou.