volta a portugal

Contrarrelógio final deverá ser de consagração para Alarcón

Depois da vitória de sábado, na Senhora da Graça, Raúl Alarcón parte para a etapa final da Volta com uma vantagem de 1.01 minutos de avanço sobre Jóni Brandão e 1.48 sobre Vicente García de Mateos.

O espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) deverá ser este domingo coroado como vencedor da Volta a Portugal em bicicleta, após o contrarrelógio de 17,3 quilómetros da 10.ª e última etapa, em Fafe.

À entrada para o 'crono', o vencedor de 2017 tem 1.01 minutos de avanço sobre Jóni Brandão (Sporting-Tavira), 1.48 sobre Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano) e 2.03 sobre Edgar Pinto (Vito-Feirense-Blackjack).

Alarcón será o último a partir para o contrarrelógio, às 17h00, dois minutos depois de Jóni Bradão e quatro depois de García de Mateos.

O primeiro a sair para a estrada para o contrarrelógio, que terá um percurso bastante acidentado, será o romeno Emil Dina (Mstina-Focus), às 15h02.

Além de ter a amarela quase assegurada, Alarcón já garantiu o prémio da montanha, enquanto García de Mateos já venceu a classificação por pontos.

O espanhol Xuban Errazkin (Vito-Feirense-Blackjack) também deverá vestir a camisola branca, de melhor jovem, no pódio final da Fafe, uma vez que também mais de três minutos de avanço sobre o compatriota Oscar Rodríguez (Euskadi-Murias).

  COMENTÁRIOS