Jesus diz que Vlachodimos não falou no momento certo mas não castiga o jogador

Técnico abordou as declarações do jogador grego e frisou que conta com Vlachodimos.

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, disse este sábado que Vlachodimos não falou no momento certo quando manifestou a vontade de mudar de clube no final da época, mas garantiu que não vai castigar o futebolista.

O técnico abordou as declarações do jogador grego, durante a conferência de imprensa de lançamento do jogo com o Marítimo, no Seixal, e frisou que conta com o jogador que, no seu entendimento, apenas "teve uma opinião do que projeta para o futuro dele".

"Não foi o momento certo para o dizer, porque os jogadores quando estão nas seleções têm de falar é das seleções, não é dos clubes. E estou a falar para todos. Está na seleção de Portugal, fala da seleção. Não tem nada que falar dos clubes", atirou o treinador dos 'encarnados'.

Além disso, Vlachodimos não será castigado pelas suas afirmações, até porque "tirá-lo da equipa seria o castigo" natural, mas o jogador "tem essa opinião" precisamente "por não estar a jogar".

No entanto, Jesus frisou que não deu quaisquer explicações ao guarda-redes para o tirar da equipa, colocando Helton Leite no seu lugar, e aproveitou para lembrar que não admite que os jogadores questionem as suas opções.

"O porquê [de o ter tirado da equipa] para o Ody [Odysseas Vlachodimos] é exatamente o mesmo que para os outros. Eu não pergunto a nenhum jogador porque os ponho a jogar nem autorizo que nenhum jogador me pergunte porque não joga. São as minhas decisões, eu é que sou o treinador e mais nada", disparou o técnico.

Sobre o adversário de segunda-feira, o Marítimo, Jorge Jesus lembrou que nesta época "já eliminou o Sporting [da Taça de Portugal] e venceu no [Estádio do] Dragão" para justificar que a sua classificação atual - penúltimo lugar do campeonato - "não tem nada a ver com o valor da equipa".

Além disso, o técnico espera um Marítimo a apresentar-se no Estádio da Luz desinibido, a tentar "surpreender em contragolpe ou de bola parada" e sem nada a perder.

"Estas equipas, quando jogam contra os 'grandes', são jogos em que, à partida, qualquer ponto é importante e do ponto de vista emocional estão muito mais tranquilos do que naqueles jogos em que têm de ganhar para saírem da posição que ocupam. Vai estar muito mais liberta do ponto de vista de ter de ganhar os três pontos, vai à procura de pontuar e vai jogar com a maior parte dos jogadores atrás da linha da bola em 5-4-1", analisou.

O Benfica recebe o Marítimo na segunda-feira, às 19h00, em partida da 25.ª jornada da I Liga de futebol, onde "ainda há objetivos a conquistar", segundo o treinador.

"Estamos numa fase crucial do campeonato, e em função da classificação que o Benfica ocupa tem de ir à procura de resultados para poder recuperar os primeiros lugares", lembrou Jesus.

Os encarnados seguem em terceiro lugar no campeonato, a três pontos do FC Porto e a 13 do Sporting, que lidera a competição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de